Spyder Race Brasileiro: Em corrida movimentada, Fernando Fortes e Jansen Bueno vencem em Interlagos

Depois de dominar durante todo o final de semana, Fernando Fortes venceu a segunda consecutiva; o paranaense Jansen Bueno venceu a primeira na categoria pela Spyder Race Light.

 


 


O paulista Fernando Fortes (SP Mec) venceu a 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Spyder Race nesse domingo, diminuindo a diferença para o líder do certame, o mato-grossense Raijan Mascarello (Guerra Motorsport) que terminou a prova na 4ª colocação depois de rodar na primeira volta e cair para o fim do pelotão.


Quem fez uma boa largada foi Henrique Assunção (RJ Racing), que classificando seu protótipo em segundo lugar assumiu a ponta. Retornando à categoria depois de disputar o certame em 2010, Marco Cozzi (RSports) largou em 9º lugar e pulou para a ponta em uma excelente largada.


Enfrentando problemas com a injeção de combustível do seu protótipo n° 75, Assunção perdera a ponta para Fortes e Cozzi, que disparavam na liderança. Com um ótimo acerto, Cozzi foi obrigado a abandonar a briga pela vitória ao receber punição por queima de largada.


A partir dessa etapa, a regra do Campeonato Brasileiro de Spyder Race foi alterada, e não existe mais a intervenção do Safety Car no 20º minuto de corrida. Passados 20 minutos de prova, abre-se uma janela onde por cinco minutos os carros são obrigados a entrarem no box e ficarem parados por 1min30s.


Ainda se adaptando a nova regra, os pilotos da RJ Racing foram punidos por permanecerem menos tempo do que o obrigatório, e com isso Henrique Assunção e Fulvio Marote também receberam a punição do drive through obrigatório.


Ao término da prova, Fernando Fortes cruzou a linha de chegada à frente de Marco Cozzi e Henrique Assunção – os dois pilotos punidos realizaram uma ótima prova de recuperação e terminaram no pódio. Fortes comentou sobre a dificuldade da prova “Não esperávamos ter esse clima quente depois de todo o final de semana de chuva e frio. Com isso o acerto do carro estava diferente e o carro falhava; mesmo assim fizemos uma ótima prova, minha equipe conseguiu uma ótima estratégia e assim conseguimos mais uma vitória. Essa vitória era do Cozzi, ele estava muito rápido, mas com a punição conseguimos chegar a mais uma vitória”, comentou Fortes.


Na categoria Spyder Race Light a vitória ficou com o paranaense Jansen Bueno (G-Stage), a primeira na categoria do piloto que faz em 2012 sua estreia na categoria nacional de protótipos. Mas não foi fácil para o curitibano chegar ao degrau mais alto do pódio: o piloto disputou volta à volta a liderança com o paulista Roberto Dal Pont (Arias Competições), sendo confirmada apenas na linha de chegada.


Líder da categoria, Carlos Eduardo (Cesinha Competições) enfrentou problemas e não conseguiu lutar pela vitória em Interlagos, rodando e danificando a asa traseira do seu protótipo n° 17.


A terceira colocação ficou com o jovem Peter Jr. (SP Mec), que largou em 6º lugar e mesmo lutando com o câmbio durante toda a prova, aproveitou-se de uma ótima estratégia de parada aos boxes da sua equipe e terminou na terceira colocação.


Ao término da prova, Bueno comentou sobre as disputas com Dal Pont sobre a ponta: “Foi uma disputa muito limpa com o Dal Pont, qualquer um dos dois poderia ter vencido aqui. Quero agradecer muito a minha nova equipe que preparou um equipamento muito bom para a prova”, finalizou o piloto que fez as primeiras etapas pela Cesinha Competições e a partir de Interlagos está de casa nova, e equipe curitibana G-Stage.


A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Spyder Race está marcada para o dia 22 de julho no Autódromo de Jacarepaguá (RJ).


Confira o resultado da 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Spyder Race


1º) 32 – Fernando Fortes (SP Mec – Race , SP), 23 voltas em 44:56.960 (média de 132,59 km/h)
2º) 23 – Marco S Cozzi (Rsports – Race, SP), a 14.041
3º) 75 – Henrique Assunção (RJ Racing – Race, SP), a 34.078
4º) 15 – Raijan Mascarello (Guerra Motorsport – Race, MT), a 35.136
5º) 78 – Fulvio Marote (RJ Racing – Race, SP), a 37.258
6º) 11 – Jansen Bueno (G-Stage – Light, PR), a 1:11.580
7º) 96 – Roberto Dal Pont (Arias Competições – Light, SP), a 1:12.904
8º) 151 – Sergio Pistilli (AT Autosport – Race, SP), a 1:14.871
9º) 18 – Peter Junior (SP Mec – Light, SP), a 1 volta
10º) 44 – Jeferson Leandrini (Benfica Competições – Light, SP), a 1 volta
11º) 10 – Luiz Abbade (RSports – Light, PR), a 1 volta
12º) 45 – Luciano Borghesi (Cesinha Competições – Light, PR), a 2 voltas
13º) 17 – Carlos Eduardo (Cesinha Competições – Light, PR), a 2 voltas
14º) 7 – Emilio P Ianez (Padron Racing – Light, SP), a 3 voltas
15º) 27 – Renan Guerra (Auto Giro – Race, SP), a 5 voltas
16º) 83 – Denis Moretti (Eurosport – Light, SP), a 20 voltas


Melhor Volta: Marco S Cozzi (RSports – Race), 1:51.076 (139,97 km/h)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *