Spyder Race Brasileiro: Jovem de 16 anos estreia na categoria

Com apenas 16 anos, Peter Jr. estreia no Campeonato Brasileiro de Spyder Race em Londrina (PR) buscando ganhar experiência na categoria.

A média de idade do Campeonato Brasileiro de Spyder Race começa a baixar em sua segunda temporada nacional. Depois de Arthur Ortolani (Chatô Murai Racing) que estreou em Curitiba, dois dias depois de completar 16 anos, agora é a fez de Peter Jr, com a mesma idade, estrear no único campeonato nacional de protótipos.

E o jovem piloto integrará a equipe SP Mec comandada pelo experiente Carlos Doninha, tendo como companheiros de time os pilotos Fábio Perez, vencedor da última etapa em Interlagos (SP) em 2010 e a primeira da temporada 2011 em Curitiba (PR), além de Fernando Fortes, piloto que também participa da Copa Montana.

Peter Jr. pretende construir sua carreira de forma pouco tradicional aos demais pilotos: sem passagem pelo kart ou outras categorias no automobilismo, o piloto usou a própria Spyder Race para somar quilometragem como piloto do carro promocional de dois lugares, responsável por levar os convidados para sentirem as emoções das pistas brasileiras.

“Decidi começar na categoria, pois acredito muito na experiência que ela proporciona aos pilotos, além de crescer muito ano após ano”, explicou o piloto. Filho do promotor da categoria Peter Januário, o pai apreensivo comenta sobre a estreia do filho mais velho na categoria que criou: “Ele fez o curso de pilotagem do Manzini em Interlagos, e eu acompanhei a maioria das aulas de perto. Com o Curso de Pilotagem do Roberto Manzini o piloto já sai com uma grande noção de como será uma corrida, pois os instrutores são ótimos, experientes e conhecidos pilotos de diversas categorias”, comentou o pai-piloto.

A estreia de Peter Jr acontece na mesma pista onde 11 anos atrás seu pai venceu pela primeira vez, mas os dois pilotos não querem comparar o fato: “Lembro-me como se fosse hoje, foi em uma corrida de Força Livre onde dividi o carro com o piloto paranaense Jair Bana. Eu fiz a primeira parte da corrida e entreguei o carro para o Jair na liderança, daí foi apenas trazer para a bandeira quadriculada. Mas naquela época eu já tinha um pouco mais de experiência do que o Jr, pois já havia feito corridas em Interlagos, Curitiba e mesmo em Londrina, só faltava mesmo a vitória que chegou naquele momento”, lembrou Peter Januário. “Ele (Peter Jr.) tem que manter os pés no chão e ouvir os conselhos dos seus companheiros de equipe e do chefe do time. Não será nada fácil, mas ele consegue”, finalizou.

E mesmo com pouca idade o piloto estreante coloca metas muito simples para sua primeira corrida na categoria: “Minhas expectativas são muito boas, mas o mais importante é aprender o traçado, terminar a corrida e ganhar experiência. Já sei que a pista de Londrina possui algumas curvas cegas o que torna a pista desafiadora e precisarei tomar muito cuidado. Quem sabe consigo terminar a prova no pódio e levar um troféu para casa?”, finalizou o piloto que guiará o carro n° 18 na categoria Light.

A 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Spyder Race acontece nos dias 15, 16 e 17 de abril no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR).

O Campeonato Brasileiro de Spyder Race tem patrocínio de Agassys, Arlen, Benfica, Haya, Minipa, Nimix e Voltprint.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *