Spyder Race: Por causa da chuva, equipes abortam treinos em Interlagos

Previsão de pista seca para o fim de semana foi decisiva para que os pilotos optassem por permanecer nos boxes na tarde desta quinta-feira.

A chuva, que caiu durante boa parte do dia de hoje (quinta-feira, 3) em São Paulo, provocou um fato curioso nos treinos livres para a terceira etapa do Campeonato Paulista de Automobilismo. Durante a maior parte do dia a pista do Autódromo de Interlagos permaneceu praticamente deserta. E silenciosa. Apenas algumas equipes optaram por treinar, e os poucos pilotos que entraram na pista com o traçado ainda molhado deram poucas voltas.


 


Tirar o dia de folga tornou-se a opção mais natural após a consulta a sites especializados em meteorologia. “Treinaríamos normalmente se a previsão fosse de chuva para todo o fim de semana”, opinou o paulista Fabio Peres, líder do campeonato na categoria Spyder Race, a principal do evento. “Desenvolver o acerto do carro para pista molhada é essencial, mas no caso de um dia como hoje, seria um desperdício de energia”, acrescentou.


 


A opinião foi unânime entre os times da Spyder Race, que teria seu treino realizado justamente no momento de maior chuva em Interlagos. Os pilotos permaneceram “à paisana” durante boa parte da tarde, e sequer tiraram os macacões e capacetes das sacolas.


 


“Chegamos a pensar na possibilidade de adiar o treino, mas não dava para prever quando o tempo melhoraria hoje. Choveu muito na parte da tarde”, disse José Cardoso, líder da classe Light da Spyder Race. Ainda de paletó, ele optou por voltar a treinar somente amanhã (sexta-feira), mas só se o tempo melhorar. “É estranho ver pilotos correndo da chuva, mas em um dia como hoje, é o melhor a fazer. Dificilmente teremos esta mesma condição de pista no treino decisivo e na corrida, por isso o mais indicado é mesmo continuar nos boxes”.


 


Se a previsão do tempo estiver correta, os pilotos da Spyder Race devem ter mais um dia tranqüilo nesta sexta-feira. Eles deverão voltar à pista para mais dois treinos livres, mas só poderão tirar o atraso provocado pelas chuvas de hoje caso a pista permaneça seca. E, de acordo com sites especializados como o Climatempo, essa chance é de apenas 20%.


 


“Não deve chover o dia todo, e vamos torcer para que a pista permaneça seca em pelo menos um dos nossos treinos”, apontou o piloto da Copa Vicar Stock Car Leandro Romera, um dos destaques da Spyder Race. “Não compensa acertar o carro para pista molhada, gastar pneus de chuva e correr um risco maior de acidente se, no dia seguinte, a condição da pista mudar completamente”, opinou.


 


Para o restante do fim de semana a probabilidade de chuva é nula. No sábado, o treino que define o grid de largada será realizado às 10h50 e 11h25. No domingo, a corrida começa às 11h50.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *