Stock: Antonio Pizzonia larga da nona fila

Amazonense cumpre objetivo proposto, mas reclamou do tráfego de Tarumã.

O amazonense Antonio Pizzonia (TMais/Win Motorsport/Volkswagen) conheceu um pouco mais das dificuldades do veloz circuito de Tarumã (RS), que neste domingo sedia a décima etapa da Copa Nextel Stock Car, a partir das 10h55 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pela Rede Globo de TV. No treino classificatório de sábado ele enfrentou tráfego e acabou fechando o grupo dos 18 mais rápidos, separados por apenas meio segundo. “Alcançamos nosso objetivo inicial de conseguir uma vaga no grid, mas não com o posicionamento que era plenamente possível”, admitiu o piloto do Volkswagen Bora de numeral 1.

Com os ajustes que a Win Motorports implantou depois dos treinos livres de sexta-feira, quando os pilotos trabalharam em duas direções para definirem os melhores set ups para o treino classificatório e para a corrida, a esperança era de um resultado altamente positivo para o grid de largada. “Nosso Bora tinha potencial para ter ficado bem mais na frente”, destaca Pizzonia, que ficou a 0s504 do paranaense Ricardo Sperafico (Vivanz 307 Racing/Peugeot), o mais rápido do treino classificatório.

“Nas duas oportunidades em que sai com jogo de pneus novos fui atrapalhado e perdi muito tempo. Poderia ter entrado para a Super Classificação”, acredita Pizzonia, que vai largar da 18ª posição. “Agora vamos trabalhar para somarmos bons pontos, precisamos classificar bem a equipe no campeonato”, definiu o manauara. A pole position ficou com o paranaense Rodrigo Sperafico (Biosintética Action Power/Volkswagen), que na Super Classificação conseguiu aproveitar melhor a condição de pista escorregadia no momento em que garoou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *