Stock: Após maratona, Cássio Homem de Mello se diz satisfeito com o resultado

Paulista, que correu na Stock Jr. e Light, afirma que preparo físico e muita concentração foram fundamentais para seu bom desempenho.

“Uma verdadeira maratona”. Foi assim que Cássio Homem de Mello (Terra/LoJack/Iguaçu/ICEC/Corsa/GFS/Instituto Vita Care/OGIO, N7 Comunicação) definiu seu último final de semana de corrida. O piloto, que disputou a 8ª etapa da Stock Jr., realizada no domingo (23) no Autódromo Nelson Piquet, em Brasília, também correu na Stock Car Light no lugar do piloto Otávio Mesquita da equipe Full Time Sports.

Cássio, que teve seu primeiro contato com um carro da Light no final de 2006 quando fez um teste no autódromo de Interlagos, conquistou o 15º lugar e somou um ponto. O piloto atribuiu seu bom desempenho neste desafio em dose dupla ao seu preparo físico, além de muita concentração. “É complicado guiar dois carros tão diferentes no mesmo dia, ainda mais quando sua experiência com um deles é praticamente zero. Mas foi muito bom, não só para o ano que vem, quando pretendo subir de categoria, como também para o resto da minha carreira”, avaliou.

E acrescentou: “A partir da metade da prova aproximadamente, eu tinha quase o mesmo tempo de volta que o terceiro colocado da corrida, isso me deixou bastante satisfeito. Acho até que poderia ter forçado mais o ritmo, pois, no final da prova, tinha mais pneu do que meus adversários próximos. De qualquer forma, consegui atingir todos os meus objetivos já que terminei a prova e não me envolvi em nenhum acidente. Acredito que eu tenha feito um bom trabalho”.

Já na corrida da Stock Jr., Homem de Mello enfrentou dificuldades e concluiu as 20 voltas na 10ª colocação. “Saí da Light correndo e já entrei no carro da Jr. sem ter tido tempo para me preparar. Mas já esperava isso e, assim que largamos, busquei me readaptar rapidamente ao carro. Larguei em 8º e na primeira volta já era o sexto, mas quando buscava o quarto lugar, peguei um pedaço de carro na pista que furou meu pneu traseiro esquerdo. Ele não esvaziou de uma vez, foi murchando aos poucos e eu ainda consegui me manter na pista até que o Rafael Negrão perdeu a freada e me tirou do traçado. Parei nos boxes para trocar o pneu e perdi muitas posições. Infelizmente, mais uma vez não pontuei bem. Pelo menos o Negrão me pediu desculpas por ter errado e foi penalizado”, disse Cássio, terceiro colocado no campeonato com 126 pontos – 41 a menos que o líder, Thiago Riberi.

“A sorte não tem estado do meu lado há um bom tempo. Agora o campeonato ficou realmente mais complicado, mas continuarei focado até o final e vou lutar para vencer algumas provas”, finalizou.

Agora, os pilotos da Stock Jr. terão um intervalo de mais de um mês já que a categoria não corre em Buenos Aires (Arg), local da próxima disputa da Copa Nextel Stock Car. A 9ª etapa acontece no dia 28 de outubro em Tarumã, no Rio de Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *