Stock: Átila Abreu vence de ponta a ponta em Curitiba

Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing) venceu neste domingo (21/10), no Autódromo de Curitiba, no Paraná, a 10ª etapa da temporada. Foi a primeira vitória de Abreu no ano, e 4ª na categoria. Allam Khodair (Vogel Motorsport) e Daniel Serra (Red Bull Racing) completaram o pódio.

Pole-position, Abreu manteve a ponta na largada, seguido por Valdeno Brito (Shell Racing) e Cacá Bueno (Red Bull Racing). Logo nas primeiras curvas, uma confusão envolveu vários carros, com muitos ficando avariados, mas continuando na prova. Ricardo Zonta (Linea Sucralose), Popó Bueno (Linea Sucralose), Ricardo Maurício (Eurofarma RC) e Thiago Camilo (Ipiranga-RCM Motorsport) abandonaram.

Khodair, que havia alinhado em 12º, aproveitou a confusão, para ganhar muitas posições. Com duas ultrapassagens, sobre Bueno e Brito, Khodair assumiu a terceira posição com menos de cinco minutos de prova.

Pouco depois, Lico Kaesemodel (RCM Motorsport), já havia saído da pista após um toque, provocou a entrada do Safety-Car, ao parar na brita, com o carro pegando fogo na traseira. O piloto saiu ileso do carro.

Na relargada, Abreu manteve a posição, com Khodair superando Serra, e partindo para cima do piloto da Mobil Super Pioneer Racing. Os dois passaram andar colados, com Abreu usando o puss to pass, para se defender.

Faltando 28 minutos de prova, o estreante Rubens Barrichello (Medley-Full Time), que na largada levou vários toques e viu Zonta ficar ao contrario bem a sua frente, teve o pneu traseiro esquerdo furado. O veterano piloto foi para os boxes, trocou o pneu e retornou a prova.

Nos minutos finais, Abreu abriu uma confortável vantagem, de dois segundos, vencendo de ponta a ponta. Khodair e Serra completaram o pódio.

Brito, Bueno e Nonô Figueiredo (Mobil Super Pioneer Racing) completaram os seis primeiros.

Bueno lidera o campeonato com 147 pontos. Serra é o 2º com 135, seguido por Abreu com 134. Maurício, que era o vice-líder, caiu para 4º com 129.

A próxima etapa acontece no dia 11 de novembro, em Brasília. 

Final:

1 – Átila Abreu – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – 29 voltas em 41min28s509 –
2 – Allam Khodair – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 2.663
3 – Daniel Serra – Red Bull Racing – Chevrolet – a 4.006
4 – Valdeno Brito – Shell Racing – Peugeot – a 5.988
5 – Cacá Bueno – Red Bull Racing – Chevrolet – a 10.828
6 – Nonô Figueiredo – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – a 11.980
7 – Antonio Pizzonia – Comprafacil Nascar JF – Peugeot – a 15.821
8 – Julio Campos – Carlos Alves Comp. – Peugeot – a 16.644
9 – Vitor Meira – Officer ProGP – Chevrolet – a 17.267
10 – Galid Osman – BMC Racing – Chevrolet – a 23.222
11 – Giuliano Losacco – Shell Racing – Peugeot – a 23.622
12 – Ricardo Sperafico – Prati-Donaduzzi Racing – Peugeot – a 25.530
13 – Max Wilson – Eurofarma RC – Chevrolet – a 25.847
14 – Denis Navarro – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 27.230
15 – Diego Nunes – Hot Car Competições – Chevrolet – a 27.411
16 – Luciano Burti – Itaipava Racing Team – Peugeot – a 28.458
17 – David Muffato – Itaipava Racing Team – Peugeot – a 29.724
18 – Eduardo Leite – Hot Car Competições – Chevrolet – a 34.941
19 – Xandinho Negrão – Medley Full Time – Peugeot – a 37.923
20 – Tuka Rocha – BMC Racing – Chevrolet – a 38.655
21 – Claudio Capparelli – Bassani Racing – Peugeot – a 44.816
22 – Rubens Barrichello – Medley Full Time – Peugeot – a 1 Volta
23 – Rodrigo Sperafico – Prati-Donaduzzi Racing – Peugeot – a 3 Voltas

Não completaram:

25 – Pedro Boesel
26 – Lico Kaesemodel
27 – Duda Pamplona
28 – Fabio Carbone
29 – Thiago Camilo

Campeonato:

1 – Cacá Bueno – 147
2 – Daniel Serra – 135
3 – Átila Abreu – 134
4 – Ricardo Maurício – 129
5 – Valdeno Brito – 126
6 – Max Wilson – 116
7 – Thiago Camilo – 113
8 – Nonô Figueiredo – 112
9 – Allam Khodair – 112
10 – Julio Campos – 100
11 – Luciano Burti – 85
12 – Galid Osman – 72
13 – Denis Navarro – 71
14 – Antônio Pizzonia – 59
15 – Lico Kaesemodel – 57
16 – Marcos Gomes – 56
17 – Duda Pamplona – 56
18 – Diego Nunes – 52
19 – Ricardo Zonta – 44
20 – Ricardo Sperafico – 42
21 – Vitor Meira – 41
22 – David Muffato – 39
23 – Xandinho Negrão – 33
24 – Pedro Boesel – 31
25 – Rodrigo Sperafico – 30
26 – Felipe Maluhy – 28
27 – Giuliano Losacco – 26
28 – Popó Bueno – 24
29 – Tuka Rocha – 21
30 – Eduardo Leite – 20
31 – Alceu Feldmann – 9
32 – Patrick Gonçalves – 4
33 – Diego Freitas – 3
34 – Bruno Junqueira – 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *