Stock: Bennamed se une à Sawary e à Nicoboco no carro de Paulo Salustiano

Ao fim de seu primeiro dia como piloto da Stock Car V8, Paulo Salustiano já tem motivos para comemorar. Além de cumprir integralmente o plano traçado por sua equipe, que era aproveitar todo o tempo para acumular quilometragem e acelerar sua adaptação à potência e aos pneus da principal categoria do automobilismo brasileiro, o jovem piloto de São Paulo acrescentou aos seus patrocinadores a Bennamed, empresa do ramo farmacêutico que uniu suas cores às jeans Sawary e à confecção Nicoboco no lay out do carro número 2.

“Contar com a confiança destas empresas me deixa supermotivado”, afirmou Salustiano, que terminou a primeira sessão de treinos livres do Campeonato Brasileiro deste ano como o 15º mais rápido entre os 32 pilotos que tomaram parte. Vice-campeão da Stock Car Light em 2005, Salustiano tem consciência de que, neste ano, o desafio será bem maior. “Por isso, preciso andar o maior tempo possível para aprender tanto quanto possível do carro, das pistas e dos adversários. Na Stock V8, o nível de tudo é bem mais alto”, avalia Salustiano, que foi o vice-campeão da Stock Light em 2005, com apenas um ponto a menos que o campeão.

“No ano passado, aproveitei as folgas do calendário da Light para fazer três corridas na V8, e isso me deu uma noção de como vai ser esta minha primeira temporada na categoria”, afirma o piloto. “A principal lição que tive foi que vou precisar acumular muitos quilômetros para me adaptar o mais rápido possível. Por isso, fiz questão de entrar na pista assim que os boxes foram abertos e andei tanto quanto foi possível”.

Salustiano deu 18 voltas na primeira sessão e 21 na segunda, terminando o dia com o tempo de 1:41.731, seis décimos de segundo mais rápido do que foi na sessão inicial. E ressalta que isso só foi possível porque tanto ele quanto o carro estavam bem preparados. “Ando de kart uma vez por semana e nos outros dias malho na academia. Minha resistência física evoluiu muito e me senti pronto para agüentar a temperatura dentro do cockpit, que é altíssima, sem perder a concentração. O carro não decepcionou. Ele foi desmontado e remontado pela equipe do Miguel Ferreira, um dos melhores profissionais do automobilismo brasileiro. Meu objetivo é ser o melhor estreante do ano. Sei que a luta é dura, mas estou em boas mãos. E também justificar a confiança que a Bennamed, a Sawary e a Nicoboco depositaram em mim. Até agora, tudo bem, foi um bom começo”, finalizou Salustiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *