Stock: Camilo, Rodrigo Sperafico, Ricardo Maurício e Marcos Gomes são o Top4, assista o vídeo

Com uma volta voadora nos últimos instantes da segunda sessão, Thiago Camilo (Vogel/Texaco) estabeleceu o melhor tempo dos treinos que abriram a programação da terceira etapa da Stock Car V8 em Campo Grande.

Camilo já havia sido o mais rápido pela manhã, mas precisou mostrar tudo o que sabe no período da tarde, quando parecia a ponto de ser superado por Rodrigo Sperafico (Action Power), Ricardo Maurício e Marcos Gomes, os pilotos da Equipe Medley. Amanhã, os 48 carros voltam à pista para a luta pela pole.

As referências colhidas nesta sexta-feira, no entanto, podem se perder para as tomadas classificatórias caso a previsão da meteorologia se confirme. Depois de um dia de calor próximo dos 30 graus, amenizado pelo vento forte que soprou desde a abertura dos boxes e talvez tenha anunciado a mudança de clima, o Instituto Climatempo aponta 70% de possibilidade de chuvas no sábado.

O vento apenas agravou um dos problemas mais conhecidos do autódromo, construído e inaugurado há cinco anos numa área descampada às margens da Rodovia BR 262. Habitualmente empoeirado e pouco emborrachado pelo minguado número de competições que recebe, o circuito desafia a habilidade de pilotos e dos técnicos das equipes pela mudança contínua de seus níveis de aderência. “Essa foi nossa principal dificuldade. Você passa na mesma curva que percorreu na volta anterior e, sem qualquer motivo aparente, ela já não está do mesmo jeito”, lembrou Ricardo Maurício, 8º colocado na prova de 2006 e que chegou a se envolver em toque com Carlos Alves no segundo treino. “Aqui, para acertar o carro durante os treinos, é necessário levar em conta as condições do momento e antecipar como elas estarão um pouco mais tarde”, completou Thiago Meneghel, diretor-técnico da Vivanz 307 Racing, equipe de Guto Negrão, que fechou a parte da tarde na 33ª colocação.

Ainda que o tempo continue firme, os pilotos já sabem que o recorde da pole continuará imbatível. Com a troca dos pneus importados pelos nacionais nesta temporada e a conseqüente redução média de dois segundos nos tempos da categoria, a marca de 1min25s684 estabelecida por David Muffato em setembro de 2003 não deverá ser sequer arranhada.

Campeão da Stock Car Light em 2006, Marcos Gomes venceu a corrida na capital sul-matogrossense. Depois da largada com pista molhada, o piso foi secando. Apesar da experiência e da aposta da meteorologia, Gomes acredita que a chuva poderá passar ao largo da cidade. “Essas previsões nem sempre se confirmam. A chuva é ruim porque obriga a uma mudança radical no acerto dos carros e torna tudo mais difícil. Ganhei aqui no ano passado, mas a situação agora é outra. A Stock Car V8 é muito mais competitiva”. O filho do tetracampeão Paulo Gomes foi um dos destaques e terminou como melhor estreante.

A primeira tomada classificatória está marcada para as 10 horas, com duração de 90 minutos e limite de 16 voltas por piloto. Os 10 mais rápidos voltam à pista às 11h50 e definem a pole em mais 10 minutos. Campo Grande está uma hora atrás em relação ao horário de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *