Rally: Palmeirinha mantém 8ª posição no segundo dia do Transibérico, ouça

O brasileiro Paulo Nobre e o português Filipe Palmeiro conquistaram a 7ª colocação em uma das especiais desta sexta-feira.

No segundo dia do Rally Transibérico (1º de junho), prova que abre a o Campeonato Mundial de Rali Cross Country 2007, o brasileiro Paulo Nobre, o Palmeirinha, manteve a 8ª posição na classificação geral da prova, na etapa que ligou as cidades de Estoril, em Portugal, a Badajoz, na Espanha.


A bordo de uma BMW X3 da equipe New Dimension X-Raid, Palmeirinha obteve a 12ª e a 7ª colocações no trecho cronometrado de cerca de 200 km que foram percorridos duas vezes por cada participante. Apesar de ser mais curto que as etapas do Rally Lisboa-Dakar, o trecho cronometrado desta sexta-feira causou muito mais desgaste físico. “A especial tinha quase 200 km, mas nenhuma reta que chegasse a ter 300 metros. Uma curva atrás da outra, com o “pé no porão” e assim que terminamos uma passagem já partimos para a outra, ou seja, estou literalmente morto.” disse Palmeirinha. “Na primeira passagem não andei bem e ficamos em 12º. Na segunda volta, consegui seguir no ritmo que estamos acostumados e fizemos o 7º tempo o que, na somatória, nos deixa no 8º lugar no resultado geral. Isso é muito bom e estamos dentro das expectativas”, completou.


A liderança da prova segue com o espanhol Carlos Sainz, que a bordo de um Volkswagen tem 1min41s de vantagem para outro espanhol, Nani Roma, que corre com um Mitsubishi. A dupla brasileira Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo ocupa a 18ª colocação.


Neste sábado, os competidores deixarão a cidade de Badajoz na Espanha e voltarão a Portugal, mais precisamente a cidade de Evora. Serão cerca de 100 km de deslocamento incial, com uma especial de 220 km de trechos sinuosos a ser percorrida duas vezes e encerrando com um deslocamento final de 70 km até o parque de apoio. “Na África pegamos especiais de 700, 800 km de extensão, mas que possuem retas de 100 km onde dá para descansar. Aqui não tem isso e não quero nem pensar na trilha de sábado, que promete ser um “repeteco” de hoje”, falou o piloto brasileiro


Super Especial 2

1º Nani Roma/Lucas Cruz , 2h28min24s
2º Carlos Sainz/Michel Perin, a 8s
3º Carlos Sousa/Andreas Schulz, a 2min52s
4º Luc Alphand Gilles Picard, a 3min53s
5º Filipe Campos/Jaime Baptista, a 8min45s
12º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro, a 15min03s
22º Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo, a 22min48s


Super Especial 3

1º Carlos Sainz/Michel Perin, 2h23min50s
2º Nani Roma/Lucas Cruz, a 1min41s
3º Luc Alphand/Gilles Picard, a 3min12s
4º Carlos Sousa/Andreas Schulz, a 3min15s
5º João Ramos/Vitor Jesus, a 12min25s
7º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro, a 13min16s
16º Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo, a 24min32s

Classificação da prova após duas etapas:

1º Carlos Sainz/Michel Perin (Volkswagen), 4h58min28s
2º Joan Roma/Lucas Cruz (Mitsubishi), a 1min42s
3º Carlos Sousa/Andreas Schulz (Vollkswagen), a 6min22s
4º Luc Alphand/Gilles Picard (Mitsubishi), a 7min10s
5º Boris Gadassin/Alexandre Mironenko (Dessoude), a 24min24s
6º João Ramos/Vitor Jesus (Toyota), a 25min47s
7º Filipe Campos/Jaime Baptista (Dessoude), a 28min24s
8º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (BMW), a 28min30s
9º Nuno Inocêncio/Sérgio Cosme (Mitsubishi), a 29min21s
10º Pedro Gameiro/Pedro Velosa (Nissan), a 33min45s
18º Guilherme Spinelli/Marcelo Vívolo (Mitsubishi), a 47min45s


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *