Stock Car: Cacá segura Zonta e vence a primeira no Velopark

Levou 55 corridas e quase dois anos para que Cacá Bueno voltasse a sentir o gosto da vitória na Stock Car. O jejum foi encerrado no início da tarde deste domingo (22) no Velopark, durante a primeira corrida da terceira etapa da temporada. Largando da pole position, o pentacampeão da categoria chegou à 26ª vitória de sua carreira e sua 78ª presença no pódio da Stock Car. Mas não veio fácil: ele teve de segurar, nas voltas finais, todo o ímpeto de Ricardo Zonta, o segundo colocado. Julio Campos fechou o pódio em terceiro.

“Feliz da vida. Reencontramos o caminho. O carro é extremamente bom na pista seca, mas ainda não é o melhor. O Zonta vinha mais rápido. Na chuva, no entanto, é um fenômeno. Vamos melhorando ao longo do ano para buscar este título”, disse. “A corrida foi boa, estava muito quente e depois do pit stop minha pressão até baixou um pouco, por isso tive que esperar uns dois minutinhos para sair do carro após o fim da prova”, justificou.

Os primeiros colocados do grid mantiveram a ordem na largada, com Cacá liderando o pelotão. Na abertura da terceira volta, Lucas Foresti tomou a segunda posição de Allam Khodair usando o push to pass. Max Wilson deixou a disputa da primeira corrida após sete voltas, parando nos boxes com problemas técnicos.

Na 11ª volta, Lucas di Grassi bateu no muro da entrada da reta principal, quando era o 21º colocado, forçando a entrada do carro de segurança para a retirada do bólido avariado do então vice-líder do campeonato. A batida, segundo o piloto, foi causada pela roda dianteira esquerda solta. Átila Abreu (problemas no carro) e Rubens Barrichello (atingido na traseira por outro competidor) também abandonaram a corrida de número 1.

Cacá Bueno seguia tranquilo na liderança seguido por Foresti, Khodair, Zonta, Julio Campos, Felipe Fraga, Sérgio Jimenez, Vitor Genz, Denis Navarro e Felipe Lapenna fechando o bloco dos dez primeiros colocados.

A disputa foi reiniciada na volta 15. Julio Campos e Felipe Fraga tomaram a posição de Ricardo Zonta e subiram para a quarta e quinta posições, respectivamente. Na 18ª volta, Max Wilson voltou à pista depois que a equipe resolveu o problema de seu carro. Ao mesmo tempo, Cesar Ramos abandonava a prova.

Os boxes foram abertos para as paradas obrigatórias no 19º giro, e Cacá Bueno não perdeu tempo, sendo o primeiro a parar para trocar pneus. Foresti parou na volta seguinte, mas seu pit stop demorou mais que o planejado e ele voltou atrás de Ricardo Zonta, que fez boa estratégia de box e retornou imediatamente atrás de Bueno. Lucas ainda foi superado por Julio Campos e Felipe Fraga logo em seguida.

A prova seguia com Cacá na ponta, seguido por Zonta, Campos, Fraga, Ricardo Maurício, Foresti, Khodair, Marcos Gomes, Gabriel Casagrande e Daniel Serra fechando o top-10 após 30 voltas. A seis minutos do final, Barrichello deixou os boxes para ao menos completar a primeira corrida e largar na segunda. Casagrande ultrapassou Khodair pelo sexto lugar e Daniel Serra superou Marcos Gomes para assumir o nono lugar. Sérgio Jimenez, Diego Nunes e Vitor Genz protagonizaram uma bela disputa pelo 13º lugar, com vantagem para o piloto da Scuderia G-Force.

Na parte final, Ricardo Zonta começou a atacar Cacá Bueno pela vitória. A diferença entre o piloto da Cimed e o da Shell era inferior a meio segundo. Cacá Bueno conseguiu segurar o ímpeto do adversário para vencer pela primeira vez pela equipe Cimed Racing e encerrar um jejum de quase dois anos sem vitória.

Ricardo Zonta fechou em segundo, com Julio Campos em terceiro, Felipe Fraga em quarto e Ricardo Maurício em quinto. Lucas Foresti, Gabriel Casagrande, Daniel Serra, Allam Khodair e Marcos Gomes fecharam os dez primeiros que largam em ordem inversa.

Resultado provisório – Corrida 1*:
1. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing)
2. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power)
3. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
4. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing)
5. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports)
6. 12 Lucas Foresti (Cimed Racing Team)
7. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport)
8. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
9. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team)
10. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *