Stock Car: Serra acerta na estratégia para vencer a segunda

Depois de Cacá Bueno largar na pole e vencer a primeira corrida no Velopark, a segunda disputa teve outro dono: Daniel Serra, líder do campeonato, que assumiu a ponta da corrida na segunda volta, contou com estratégia certeira e venceu pela segunda vez na temporada. O atual campeão também vencera a abertura da temporada, em Interlagos, na Corrida de Duplas. Marcos Gomes foi o segundo colocado, com Julio Campos repetindo a própria façanha de dois anos antes no mesmo Velopark: a de chegar ao pódio nas duas provas do final de semana.

Na primeira etapa gaúcha do ano, os vencedores do Hero Push foram Lucas di Grassi, Bia Figueiredo, Bruno Baptista, Rubens Barrichello, Átila Abreu e Nelsinho Piquet. Di Grassi, o mais votado, ficou de fora da disputa da segunda prova em virtude da batida na corrida inicial.

Allam Khodair saiu na frente e manteve a ponta à frente de Marcos Gomes, Daniel Serra, Felipe Fraga e Gabriel Casagrande. Serra tomou o segundo lugar de Gomes já na segunda volta. Logo depois, o carro de segurança entrou na pista depois da batida entre Julio Campos e Sérgio Jimenez. Os dois carros continuaram na disputa, mas a barreira de pneus que delimita a sequência de curvas após a reta oposta teve de ser recolocada.

A intervenção foi rápida, de apenas uma volta. O reinício da disputa teve Daniel Serra colocando pressão sobre Khodair, até que o atual líder assumiu a ponta da prova na abertura da sexta volta. O piloto da Eurofarma RC abriu margem de um segundo sobre o rival da Blau Motorsport, enquanto Marcos Gomes, da Cimed, também buscava ganhar a posição trazendo consigo Felipe Fraga e Gabriel Casagrande.

O piloto da Vogel usou o botão de ultrapassagem para deixar Fraga para trás e ainda passar Khodair na saída da primeira curva. Em seguida, Fraga também se utilizou do push para ultrapassar os dois concorrentes.

Tuka Rocha e Felipe Lapenna se tocaram na curva após a reta oposta e forçaram, novamente, a entrada do carro de segurança. Nelsinho Piquet também parou o carro na área de escape após bater com a roda dianteira direita na proteção que delimita a pista na primeira curva do circuito.

O reinício da disputa aconteceu na volta 15 e Serra manteve a liderança com Gomes, Fraga, Casagrande e Khodair no top-5. No meio do pelotão, vários pilotos usando o botão de ultrapassagem na luta por posições.

Os boxes foram abertos na 18ª volta e tanto Gomes como Fraga optaram por fazer suas paradas já no início da janela. Serra foi na volta seguinte. Com todas as paradas realizadas, Daniel continuava na frente com Gomes em segundo e Julio Campos em terceiro. Átila Abreu fazia excelente recuperação para aparecer em quinto, logo atrás de Felipe Fraga. As posições se inverteram na volta 28, quando o sorocabano usou o botão de ultrapassagem.

Na frente, Daniel Serra mantinha Marcos Gomes à distância com uma vantagem de dois segundos. Vencedor da primeira corrida, Cacá Bueno era o sétimo colocado, seguido por Khodair, que na 34ª volta perdera a posição para Ricardo Zonta e no giro seguinte para Rubens Barrichello.

Serra abriu a última volta com 2,2 segundos de vantagem sobre Marcos Gomes. Campos, em terceiro, sofria pressão de Átila Abreu. No fim, o piloto da Prati-Donaduzzi comemorou seu segundo pódio no dia, façanha que ele mesmo havia conseguido há três anos também no Velopark. Átila Abreu cruzou em quarto, seguido por Felipe Fraga, Thiago Camilo, Ricardo Zonta, Cacá Bueno, Rubens Barrichello e Allam Khodair.

E Serra conquistou sua segunda vitória no ano. “Eu sabia que o carro era muito bom. Largando onde larguei na primeira corrida foi um pouco mais complicado, por causa da classificação na chuva, e também não fui perfeito nas minhas decisões e perdi tempo. Na segunda era muito importante eu passar o Marcos e me defender dele com o push e aí sim abrir vantagem, porque eu sabia que teria de abastecer, enquanto alguns pilotos não iriam. Estou muito feliz”, resumiu o líder do campeonato.

Serra se mantém na ponta da tabela: soma 80 pontos diante de 65 de Cacá Bueno, o novo vice-líder. Felipe Fraga é o terceiro com 59, seguido de Julio Campos (55), Ricardo Zonta (47), Gabriel Casagrande (45), Marcos Gomes (41), Rubens Barrichello (36), Lucas di Grassi (35) e Max Wilson com 30 fechando os dez primeiros.

Agora a Stock Car vai para Londrina para a disputa da quarta etapa da temporada daqui a duas semanas, no dia 6 de maio.

Resultado provisório – Corrida 2*:
1. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
2. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing Team)
3. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
4. 51 Átila Abreu (Shell V-Power)
5. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing)
6. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing)
7. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power)
8. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing)
9. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports)
10. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *