Stock Car: Conheça o engenheiro brasileiro do novo Stock Car

O paulista Gustavo Lehto assina o projeto mais importante do automobilismo nacional ao lado do italiano Nicola Scimeca.

Foi na infância que Gustavo Lehto Gomes, filho de mãe finlandesa e pai brasileiro, teve sua primeira ligação com o mundo motorizado. Um amigo que possuía uma pequena fábrica de karts ofereceu a primeira experiência de Gustavo, então com 11 anos de idade, com peças, mecânica, rodas, soldas e motores.

O cheiro da gasolina e a lida com a graxa foram o suficiente para que se apaixonasse pela profissão. Fez o curso técnico em mecânica de precisão no Senai, e enquanto cursava engenharia mecânica no Mackenzie, passou a trabalhar em uma fábrica de balanças. “Não era ligado ao automobilismo, mas me deu muita base na área de desenvolvimento”, diz Lehto.

Paralelamente ao trabalho na fábrica de balanças, Gustavo começara seu envolvimento com o mundo das competições como chefe de uma equipe que disputava o Campeonato Brasileiro de Rali. O bom trabalho rendeu um convite da Mitsubishi para atuar nas áreas de acompanhamento e desenvolvimento dos carros da marca no offroad.

Durante a faculdade, Lehto venceu uma competição entre escolas de engenharia ao construir um protótipo de baixíssimo consumo de combustível. Logo após a universidade, em 2005, o engenheiro passou a dedicar mais tempo ao carro, e foi quando ele conheceu e mostrou o projeto pronto ao engenheiro Marcos Lameirão – filho do ex-piloto Chiquinho Lameirão. Marcos, à época, era o responsável pelo departamento de engenharia da JL, fabricante dos carros da Stock Car que pertence ao ex-campeão da categoria, Zeca Giaffone.

Os dois compartilhavam do mesmo hobby – os motores: Gustavo se divertia no MotoCross e Marcos, no kartismo. Da amizade, surgiu o convite para trabalhar na JL no projeto do novo carro da Stock Car. “O Marcos gostou do meu projeto feito para a faculdade e da forma como ele foi feito. Então, Marcos achou interessante usar um pouco do mesmo conceito para o Stock Car. Quando o novo projeto foi confirmado, fui chamado na JL, conversei com o Zeca Giaffone e já comecei a trabalhar”, lembra o engenheiro de 33 anos. “Com certeza foi o maior desafio da minha vida, mas tem sido muito prazeroso. Espero que mais trabalhos como este no futuro”.

Bastante solícito, Lehto vem sendo bastante requisitado nos treinos que a Stock Car passou a realizar a partir de ontem em Interlagos. Sempre respondendo a perguntas e dúvidas de pilotos, engenheiros e mecânicos da categoria, Gustavo subitamente tornou-se uma figura popular nos boxes. E bastante elogiada também: “A parceria do Gustavo com o Schimeca resultou em um carro de concepção muito mais moderna do que tínhamos até agora”, comentou Chico Serra, da equipe Hot Wheels, tricampeão e piloto mais experiente da categoria. “Já sabemos que o carro é muito mais preciso na ‘guiada’, responde melhor aos comandos do piloto e certamente vai ajudar a derrubar todos os recordes da categoria”, completa Felipe Maluhy, da Tracker-LoJack. “É bom trocar idéias com o Gustavo, pois, certamente, ainda temos muito o que descobrir sobre este carro”, completou Maluhy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *