Stock Car: Diego Nunes faz homenagem especial a Nelson Piquet


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

O final da temporada de 1987 foi um dos maiores momentos da história brasileira na Fórmula 1. Naquele ano, Nelson Piquet se tornaria o primeiro piloto do país a sagrar-se tricampeão mundial da categoria máxima do esporte a motor. O feito será lembrado no próximo domingo, quando a equipe Hero Motorsports fará uma homenagem especial à conquista de Piquet: o Stock Car de Diego Nunes disputará a última etapa do campeonato, em Interlagos, usando o mesmo padrão gráfico e cores do Williams FW11B/Honda de Nelson Piquet. O Stock da Hero também terá o número 87, em menção ao ano do tricampeonato. “Se esse número me der sorte e eu vencer a prova, troco o 70, que uso há anos, pelo 87 definitivamente”, prometeu Diego Nunes. A largada da última etapa da Stock Car em 2017 acontece às 10h05, com transmissão ao vivo pela Rede Globo e Sportv.

Em 1987, o Brasil vivia uma febre pela Fórmula 1. Ayrton Senna já vencia corridas, mas seria campeão apenas no ano seguinte – dando sequência à era brasileira na categoria. Piquet chegou ao tricampeonato no GP do Japão, em Suzuka, depois de uma longa e intensa guerra psicológica com seu parceiro Nigel Mansell, o piloto preferido do corpo técnico da Williams. Diante da desvantagem dentro do box, Piquet iniciou uma estratégia solitária. Não media esforços para desestabilizar Mansell psicologicamente e também induzia a equipe a usar acertos de carro incorretos, pedindo para que os ajustes apropriados fossem feitos diretamente no grid ou instantes antes da largada. O Leão, como Mansell era chamado pelos britânicos, não aguentou a pressão. Acabou batendo forte no sábado, antes da corrida, sendo obrigado a não disputar a prova. O fato automaticamente deu o título a Piquet.

Diego Nunes tinha apenas um ano de vida em 1987. “Nelson Piquet foi um dos pilotos mais completos de todos os tempos. Era veloz, inteligente, criativo e estratégico. E talvez tenha sido o melhor acertador de carros de corrida que a Fórmula 1 já viu. Às vezes eu o encontro nos autódromos. Olho e fico imaginando que aquele cara era o máximo. Um super piloto, um herói. Sempre dá vontade de ir lá e pedir uma aula”, brinca o piloto, que tem o apoio da Harald, Petronas, Vigor e Nutry. “Sou fã de carteirinha. E estou extremamente feliz por ter sido o escolhido para pilotar o carro que vai homenagear o tricampeonato do Piquet. Sei que o número 87 vai me dar sorte! E acho que falo em nome de todos: novamente, obrigado pelo legado e pelas histórias que você deixou para todos nós, Nelsão”. Diego é da mesma geração e também amigo pessoal do filho do tricampeão, Nelsinho Piquet, exatamente um ano mais velho que o piloto da Hero Motorsports.

Os fãs podem participar da grande final ajudando os pilotos com um push extra durante a prova, a votação pode ser realizada pelo site www.heropush.com.br ou pelo novo aplicativo da Stock Car e ficará aberta até as 09h25 do dia da etapa, 45 minutos antes da largada da prova, dessa vez seis pilotos concorrem ao Hero Push .

As atividades de pista começam na sexta-feira (08), os pilotos da Stock Car, divididos em dois grupos, já iniciam os trabalhos de pista no circuito de Interlagos com a realização de dois treinos livres: o primeiro das 11h às 12h05, e o segundo das 14h20 às 15h25. No sábado (09), os pilotos participam de mais um treino livre, das 08h às 09h05, antes do classificatório que definirá o grid da etapa a partir das 12h, ao vivo pelo Sportv.

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *