Stock Car: Lucas faz grande corrida, apesar de desvantagem

Melhor estreante da temporada no Campeonato Brasileiro de Stock Car, Lucas Di Grassi surpreendeu novamente ao fazer uma impecável corrida de recuperação durante a segunda prova da rodada dupla, disputada neste domingo (4) em Goiânia. O piloto da Hero Motorsport abandonou a primeira prova após uma batida e por isso foi obrigado a largar do box. Com uma pilotagem segura e muita determinação, Di Grassi seguiu a estratégia estabelecida pela equipe, chegou ao final da prova com pneus ainda em boas condições e iniciou uma sequência de ultrapassagens que quase o levaram ao pódio. Apesar de contar com menos pushs que seus concorrentes, Lucas terminou no quarto lugar, em uma das provas mais disputadas da temporada – a liderança e principais colocações mudaram de mão diversas vezes.

“Foi uma corrida bastante exaustiva, por que tive que largar do box e quando me autorizaram a entrar na pista eu já tinha uma reta de desvantagem para o último colocado”, lembra o piloto da Hero Motorsport, que já detém três vitórias em 2018. “Eu tinha menos pushs e nesta pista isso foi uma desvantagem séria. Consegui fazer as ultrapassagens que precisava e por pouco não cheguei no pódio. Foi uma prova sensacional, daquelas que dá orgulho de ter feito”, resumiu o piloto da Hero Motorsport.

Parceiro de Lucas na Hero Motorsport, Bruno Baptista foi prejudicado pela chuva que caiu subitamente quando o mais jovem piloto da Stock fazia sua volta rápida nas tomadas de tempo para o grid. Como resultado, Bruno largou em 24º na primeira corrida. Com uma estratégia que poderia coloca-lo entre os seis primeiros na prova complementar – o que se constituiria em outra corrida de recuperação notável –, Bruno foi forçado a abandonar na 11ª volta da prova complementar, devido a uma pedra que furou o radiador.

“Eu tive um fim de semana difícil, a começar pelo fato de entrar no carro depois de vir direto da França, onde participei da seletiva mundial da Porsche. Isso pesou um pouco na sexta-feira. Mas no geral nós esperávamos resultados bem melhores aqui em Goiânia”, disse Bruno Baptista. “A chuva que caiu de repente e mudou totalmente a condição da pista me tirou a chance de brigar por um lugar no top10 do grid, que era minha meta. E depois o furo no radiador interrompeu uma estratégia que nós sabíamos que iria funcionar, me colocando no pelotão da frente na segunda corrida, apesar de largar atrás. Mas este é apenas um ano de aprendizado para mim. Em Interlagos terei outra oportunidade de brigar por um bom resultado e estou confiante que temos todas as condições de terminar o ano muito bem”, comentou o piloto da Hero Motorsport.

A próxima etapa da Stock Car será disputada em Interlagos, no dia 9 de dezembro, com corrida única e pontuação dobrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *