Stock Car retoma temporada com pilotos de olho no milhão e em bons pontos para o campeonato

A Stock Car está de volta em grande estilo após a pausa para a Copa do Mundo. Além de premiar o vencedor com R$ 1 milhão, a Corrida do Milhão, válida pela sexta etapa da temporada 2018 da Stock Car, terá também um sistema de pontuação único entregando 35 pontos ao vencedor, quando em rodadas duplas os vencedores somam 30 e 20 pontos, respectivamente. A prova do final de semana em Goiânia distribuirá pontos aos 15 primeiros colocados. Nas etapas com rodadas duplas a maior pontuação é entregue na primeira prova: 30 pontos ao vencedor, 26 ao segundo colocado, 22 a o terceiro, e assim por diante até o 15º colocado; na segunda, os números são menores – 20 para o vencedor, 17 para o segundo, 14 ao terceiro, até o 12º colocado que soma um ponto.

Na Corrida do Milhão, o vencedor irá somar – além da bolada milionária – 35 pontos. Ao segundo colocado restará o consolo de somar bons 30 pontos para a campanha no campeonato, com 25 para o terceiro, 21 para o quarto colocado, 18 para o quinto, 15 para o sexto, 13 para o terceiro e em ordem decrescente de dois pontos até o 11º colocado, que soma cinco pontos. Do 12º ao 15º, de quatro a um ponto.

A ser disputada no anel externo do Autódromo Internacional de Goiânia, a Corrida do Milhão terá quarenta minutos mais uma volta de duração, com dois pit stops obrigatórios para troca de pneus e abastecimento. A prova marca exatamente a metade da temporada 2018. Assim, os velozes 2.696 metros do circuito representam chances significativas de chacoalhar a disputa pelo título. Some-se a isso a chegada de novos players de peso para disputar a prova: Felipe Massa, o argentino Agustín Canapino e o português Antonio Félix da Costa.

O atual líder da tabela é justamente o atual campeão e o atual vencedor da Corrida do Milhão: Daniel Serra, com 152 pontos e duas vitórias. Marcos Gomes ascendeu à condição de vice-líder após o excelente final e semana em Santa Cruz do Sul (RS), quando venceu e passou a somar 109 pontos. Felipe Fraga é o terceiro com 92, apenas dois pontos a mais que Max Wilson – todos já com uma vitória neste ano.

Mas com mais sete etapas a serem disputadas – contando a deste domingo -, tem mais gente com currículo, resultados e pretensões de se juntar ao grupo da ponta: do quinto colocado Julio Campos ao décimo, Ricardo Zonta, colocam-se Cacá Bueno, Rubens Barrichello, Lucas di Grassi e Átila Abreu, contando ainda com um ascendente Thiago Camilo, que não teve um início positivo de temporada mas já esboça reação ao subir para o 11º lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *