Stock: Carros sobem sobe morro no Rio de Janeiro

Xandinho Negrão e Marcos Gomes levam carro ao Complexo do Alemão

Os moradores do Complexo do Alemão, conjunto de 13 favelas na zona norte do Rio de Janeiro, assistiram a uma cena inédita e sequer imaginável há menos de um ano: a passagem de um Stock Car pelas estreitas ruas da comunidade que aos poucos vai deixando para trás a imagem de violência que a marcou por décadas. Inicialmente sobre um caminhão-plataforma e depois na área que cerca o teleférico do morro do Adeus, o carro de Xandinho Negrão fez a alegria de jovens e crianças, que atualmente podem brincar tranqüilas pelo bairro sem a presença intimidadora de traficantes e seus armamentos pesados.

Xandinho e seu companheiro Marcos Gomes chegaram ao Morro do Adeus pouco antes das 11h30 e ficaram surpresos com o clima pacato que encontraram numa região em que jamais se atreveriam a passar antes da entrada da Unidade Pacificadora da Polícia no ano passado. “É uma transformação impressionante. Quando a gente lembra as cenas dos bandidos naquela fuga mostrada pela TV e agora constata que até um Stock Car pode subir o morro fica até arrepiado”, comentou Gomes. “Até a última vez que corremos em Jacarepaguá, a gente sempre acelerava o carro na Linha Amarela ao passar por aqui por medo da bandidagem e das balas perdidas”, completou.

A curiosidade da garotada em relação a um genuíno puro-sangue de corrida e distante de sua realidade simples foi saciada por Xandinho Negrão. Com simpatia, o piloto da Equipe Medley/Full Time Sports explicou o funcionamento do carro, detalhou o funcionamento dos inúmeros botões do volante e chegou a assustar a criançada ao acionar o motor V8 de 480 cavalos de potência. “É muito legal ver nos olhos dessas crianças o sonho do esporte”, resumiu. Os dois ficaram maravilhados com a vista de quase toda a cidade de um ponto pouco conhecido da maioria dos cariocas.

Os pilotos da Equipe Medley/Full Time Sports foram recepcionados por Nilceia Rocha, presidenta da Associação dos Moradores do Morro do Alemão, que não escondeu a alegria pela visita ilustre. “Diziam que a comunidade era um lixo, agora virou um luxo, até a Stock Car apareceu aqui”, brincou a líder dos moradores. Para ela, a iniciativa dos pilotos foi importante para atestar as mudanças que o Complexo do Alemão vem experimentando. “Hoje nos sentimos parte da sociedade. E estamos de portas abertas para receber todos que quiserem subir o morro”, avisou. Segundo ela, a entidade que dirige tem diversos projetos na área cultural e esportiva esperando pela aprovação e implementação pelos governos estadual e municipal. “A tenda cultural e uma pista de motocross devem ser as primeiras a sair do papel”, anunciou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *