Stock: Categoria chega à metade da primeira fase em Interlagos

Números mostram aos pilotos a importância de fechar o período entre os Top 10.

A Stock Car chega neste domingo ao final da primeira metade da fase classificatória. A quarta etapa volta a ser disputada em Interlagos, palco da abertura da temporada, e poderá confirmar uma tendência revelada pelo campeonato de 2006, que inaugurou a era dos playoffs na categoria. Dos pilotos que decidiram o título nas últimas quatro provas, oito já integravam a lista dos 10 melhores antes da quinta corrida. O calendário de 2007 até agora obedeceu à mesma ordem do anterior.

Depois das corridas em Interlagos (duas), Curitiba e Campo Grande, apenas Ricardo Maurício e Rodrigo Sperafico estavam fora dos Top 10 – os lugares eram então ocupados por Nonô Figueiredo e David Muffato. Maurício e Sperafico só asseguraram a passagem para as superfinais em Brasília, etapa-limite que definiu os candidatos ao troféu de campeão. Curiosamente, após a mudança de equipe – Maurício trocou a Katalogo Racing pela Medley e Rodrigo passou da JF Racing para a Action Power -, os dois entrariam no grupo dos vencedores da Stock Car em 2007. Maurício ganhou em Interlagos e Rodrigo venceu em Curitiba.

“Esses números só comprovam a importância de pontuar sempre. Pode ser 25, 15, seis, dois pontinhos… Não interessa. Pode ter certeza que eles vão te ajudar lá na frente. Cada vez que se passa em branco é um prejuízo enorme. Abandonei em Curitiba, por causa de uma quebra boba, e por isso não estou na frente do campeonato. Se eu terminasse na mesma posição que ocupava quando parei, os nove pontos da sétima colocação me deixariam hoje com 44. Ou seja, quatro a mais que o líder Thiago Camilo”, comentou Maurício.

Se a estréia pela nova equipe superou qualquer expectativa – largou em 3º e venceu pela primeira vez ao abrir o terceiro ano na Stock Car -, Maurício não vê qualquer fato novo que possa alterar o quadro de forças da prova em abril. “Acredito que a tendência seja mantida. Quem andou bem daquela vez deve andar bem novamente. As condições de temperatura são parecidas e a pista talvez esteja até um pouco mais emborrachada por causa da vinda dos carros da TC2000 argentina. Só precisaremos fazer pequenos ajustes, em função da condição de momento do asfalto, como na pressão dos pneus.”

O fim de semana será de muita velocidade em Interlagos. Além da Stock Car e da TC 2000, principal modalidade do automobilismo argentino, o autódromo receberá a Stock Car Light e a Stock Jr. Os treinos oficiais serão abertos na sexta-feira. Será o último grande evento do semestre em São Paulo, já que na segunda-feira Interlagos será fechado por quatro meses para os trabalhos de repavimentação com vistas ao GP do Brasil de Fórmula 1.

Foto: Miguel Costa Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *