Stock: Chico Serra reencontra velhos e bons amigos

Chico Serra volta a trabalhar com equipe que o ajudou a ser tricampeão e com Wilsinho, que o levou à Fórmula 1. E terá o filho Daniel como companheiro.



O Campeonato Brasileiro de Stock Car V-8 vai reviver importantes capítulos da história do automobilismo brasileiro. O acordo para o suporte técnico ao Stock V-8 de Chico Serra pela WB Motorsports, de Washington Bezerra e Wilsinho Fittipaldi, permitirá relembrar momentos importantes na carreira do piloto. Foi com a empresa de Washington Bezerra na preparação de seu carro que Chico Serra conquistou o tricampeonato da Stock Car nos anos de 1999, 2000, e 2001.



Na pista, Chico Serra terá o comando direto de Wilsinho Fittipaldi e esse trabalho conjunto faz o piloto lembrar com entusiasmo da sua participação na Copersucar–Fittipaldi no Campeonato Mundial da Fórmula 1, nos anos de 1981 e 1982.



A equipe Orbitall/Unidas/Contax proporciona um motivo a mais para comemorações: a realização de um plano de família de ter Chico Serra e seu filho Daniel em uma mesma equipe. Os dois pilotos têm também a Bardahl como co-patrocinador. Chico Serra disputará o Campeonato Brasileiro de Stock Car V-8 e Daniel será o piloto oficial na Stock Car V-8 Light.



Washington Bezerra comemora a volta ao trabalho com Chico Serra por considerá-lo um dos pilotos mais profissionais, competentes e dedicados do automobilismo brasileiro. E não esconde a expectativa por excelentes resultados com base nesses atributos do piloto e na seriedade com que se empenha. “É um dos melhores pilotos do País, acompanha toda a preparação dos carros, é o primeiro a chegar à pista para os treinos e contribui muito para o acerto, em nível de sintonia fina, que os carros da Stock Car precisam, em conseqüência da rigorosa igualdade que identifica a categoria”, salienta Bezerra.



Instalada no bairro de Veleiros, próximo ao autódromo de Interlagos, a WB Motorsports conta com um grupo de 15 profissionais especializados e equipamentos modernos que permitem extrair dos automóveis todo o potencial que possuem. Além de modernos equipamentos, entre os quais dois dinamômetros, que não precisam ser utilizados porque o conjunto motor e transmissão é fornecido pela ZF, a empresa possui um gabarito de chassi, o chamado pizo zero, para o alinhamento completo do automóvel, e um laboratório de amortecedores.



“Com a rigorosa igualdade estabelecida pelo regulamento para o conjunto mecânico, devemos trabalhar nos pontos livres. A suspensão, com as infinitas regulagens proporcionadas pelos amortecedores, é o ponto-chave”, destaca Washington. O engenheiro Luiz Felipe, filho de Washington, é o responsável por esse trabalho e dedica-se a uma intensa pesquisa na expectativa de dar ao carro de Chico Serra o equilíbrio que precisa para as diferentes características de cada autódromo em que o campeonato será disputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *