Stock: Christian Fittipaldi comenta morte de G.Sondermann

Na visão do consultor JP, morte foi provocada por conta da forte chuva no circuito de Interlagos

O gravíssimo acidente provocado por uma batida com Pedro Boesel na curva do Café, em Interlagos, provocou a morte cerebral prematura do piloto Gustavo Sondermann neste domingo. O episódio, ocorrido na Copa Montana, culmina na quinta morte de um atleta oriundo de uma categoria derivada da Stock Car.

Na visão do ex-piloto e consultor JP Christian Fittipaldi, este é um dia difícil para todos no mundo da velocidade, já que Sondermann era “sem dúvida uma pessoa muito querida no meio”. Segundo ele, a curva do Café é um local perigoso, porém teoricamente sem grandes riscos em condições normais. “Este tipo de carro (da Copa Montana) provoca uma visibilidade muito difícil em tempo de chuva”.

A largada da prova ocorreu justamente em meio a um forte temporal na cidade de São Paulo. Antes do acidente fatal, o safety car chegou a entrar na pista de Interlagos algumas vezes.

Fonte: JP Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *