Stock: Duda larga em 15º na primeira do Playoff Nonô é 21º no grid em Curitiba

Tudo indicava que Duda Pamplona seria um dos seis pilotos a disputar um lugar nas três primeiras filas do grid para a nona etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, que será disputada amanhã (domingo) no Autódromo Internacional de Curitiba. Uma pane mecânica no seu carro, ocorrida no final da “Q2”, a segunda fase das três que compõem a prova de classificação, porém, impediu o progresso do piloto da Officer Motorsport, que vai alinhar em 15º (1m23s318). Nonô Figueiredo vai largar em 21º (1m22s726) e a pole position é do paulista Ricardo Maurício (1m22s777). A corrida de amanhã será transmitida ao vivo pela TV Globo a partir das 11 horas e é a primeira das quatro provas que definirão o campeão da temporada.

A discrepância de tempos é consequência do formato da tomada de tempos e da limitação do uso de pneus novos, cujo melhor rendimento acontece na primeira volta rápida. Pela programação normal da Stock Car o único treino oficial é dividido em três fases, que determinam gradativamente as posições no grid. Sem um carro equilibrado, Nonô Figueiredo não conseguiu passar para a segunda fase, como ele mesmo explica:


 


“Infelizmente não conseguimos encontrar o mesmo equilíbrio de outras provas e com isso não foi possível ir além da Q1, que seleciona os 15 mais rápidos.”


 


Quinto mais rápido nessa primeira fase, Duda Pamplona foi o mais veloz nos primeiros dez minutos dos vinte que compõem a Q2, tempo que foi só foi superado na fase final do treino. Duda retornou à pista e tinha boas chances de melhorar sua marca quando um problema na suspensão afetou o desempenho do seu carro e definiu sua posição no grid:


 


“Foi uma pena pois meu carro estava muito bem equilibrado. Exatamente  por isso ainda estou otimista para a corrida de amanhã. Agora é revisar o carro para saber o que quebrou.”


 


Fábio Gaia, o diretor esportivo da Officer Motorsport, concorda com o piloto e explica o que espera da prova de amanhã:


 


“Certamente teremos duas corridas: uma entre os dez pilotos que estão na briga pelo título e uma outra, onde o Duda tem condição de se destacar pelo que mostrou no treino de hoje. Além da revisão no carro dele teremos que analisar as causas que não permitiram ao Nonô repetir o desempenho que nos habituamos a ver nas últimas etapas.”


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *