Stock: Duda Pamplona dá palestra e viaja para Buenos Aires

Duda Pamplona embarcou nesta quarta feira (25) para Buenos Aires, onde disputa domingo a décima etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car. Ontem, o piloto carioca participou do Officer Real Time, evento organizado por seu patrocinador, onde deu duas palestras sobre a aplicação da tecnologia na Stock Car e direção segura.

“Foi um evento que reuniu cerca de 2500 pessoas de todo o Brasil e onde foi possível passar um pouco mais do ambiente da Stock Car para esses amigos da Officer”, explicou Duda.


Ainda surpreso com o rendimento do seu carro durante a nona etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car disputada domingo em Tarumã, o carioca Duda Pamplona continua estudando todos os dados colhidos durante corrida disputada em Tarumã, pista situada na região metropolitana de Porto Alegre.


“O primeiro ponto é que não conseguimos entender porque os pneus funcionaram de maneira oposta quando novos – situação em que qualquer pneu é mais aderente -, e à medida que a corrida chegava ao fim, quando a deterioração é normal. Depois, por que o número de pilotos que teve problemas durante a prova de Tarumã foi tão alto. Finalmente, não se pode esquecer o fato que em 2005 muita gente teve problemas exatamente com os pneus na corrida de Buenos Aires”.


Mais do que conseguir bons resultados como o décimo lugar na recente etapa gaúcha, o piloto carioca ressaltou que é fundamental entender porque esses bons resultados acontecem “caso contrário estaríamos em uma simples loteria”. A alta competitividade da Stock Car exige atenção aos mínimos detalhes já que uma diferença de nove décimos de segundo era suficiente para garantir a pole position ou, no outro extremo, largar em 33º. no grid, como aconteceu em Tarumã.


“A situação que estamos vivendo na categoria é de extrema competitividade”, declarou Duda Pamplona. “Assim, a incógnita que surgiu em Tarumã, envolvendo os pneus, merece atenção de todos os envolvidos, desde os engenheiros e pilotos até o fabricante de pneus, que, sem dúvida, vai nos auxiliar em entender o que aconteceu. A decisão de liberar um jogo extra para a prova de Buenos Aires, já homologada pelas autoridades técnicas, é uma atitude elogiável”, completou o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *