Stock: Duda supera drama e larga na primeira fila em Brasília

Nonô é 14º; TV Globo transmite corrida ao vivo a partir das 11h00.

O fim de semana em Brasília continua bastante proveitoso para Duda Pamplona: ao final dos treinos de hoje o piloto da Officer Motorsport obteve um lugar na primeira fila do grid da décima etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, que será disputada amanhã no Autódromo Nelson Piquet. A quebra de um condutor de combustível ao final da segunda sessão de classificação quase eliminou as chances de Pamplona largar na primeira fila, o problema, porém, foi solucionado a tempo. A TV Globo transmite a prova ao vivo, a partir das 11 horas, sendo que o grid de 34 carros será liderado por Ricardo Mauricio, o líder do certame. Nonô Figueiredo, companheiro de equipe de Pamplona, vai ocupar a 14ª posição e, tal como Pamplona, também se destacou neste fim de semana.


“O segundo lugar no grid é um resultado muito bom e confirma que o resultado de ontem (sexta) não foi sorte. Ao contrário, demonstra que estamos no caminho certo. Este resultado eu devo à minha equipe: quando completei minha volta rápida na Q2 rompeu-se um condutor de combustível, pane que poderia ter impedido minha participação na disputa pela pole. Meus mecânicos trabalharam com calma e precisão e solucionaram o problema sob os olhos do comissário desportivo.”


Com o segundo lugar no grid garantido Duda reuniu-se com o argentino Cacho Ruesch, seu engenheiro, para decidir a tática da prova, que, segundo ambos, “será bem desgastante.”. Ainda segundo Pamplona, as características peculiares do circuito do Distrito Federal demandam um acerto com atenção especial ao pneu dianteiro esquerdo, “que nesta pista sofre o maior desgaste porque todas as curvas são para o lado direito”. Além disso, o calor pode se transformar em outro fator importante no resultado final, como explica Nonô Figueiredo:


“O calor não está tão forte quanto esperávamos, porém ficar cerca de 50 minutos dentro do carro e correndo sob sol forte é sempre desgastante.”


Ao final da primeira sessão de classificação Nonô Figueiredo e Duda Pamplona estavam entre os quatro primeiros, mas Fábio Gaia, diretor esportivo da Officer Motorsport, sabia que seria difícil passar para a Q3, a série de três largadas que define as três primeiras linhas do grid de largada através de duas voltas lançadas:


“O Nonô contava com apenas dois jogos de pneus para esta corrida, o que acabou impedindo que ele pudesse disputar a Q2 em igualdade de condições. De qualquer forma o saldo desta jornada é amplamente positivo, pois demonstra que nossa equipe sem dúvida tem a receita para esta pista e continua fazendo grandes progressos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *