Stock: Duda termina em sétimo e marca nove pontos

Acidente prejudica Nonô.

Após uma brilhante recuperação que o levou de 20º no grid de largada ao sétimo lugar na bandeirada, Duda Pamplona converteu-se em um dos grandes destaques da sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, disputada na manhã de hoje (sábado, 2), no Autódromo Internacional de Interlagos. Marcos Gomes venceu a prova, que teve 27 voltas e durou 48m57s403; Thiago Camilo e Cacá Bueno completaram o pódio. Ao final da prova Duda comentou que esta foi uma das competições mais desgastantes dos últimos tempos:


 


“Corri o tempo todo no limite para aproveitar o bom rendimento do meu carro. Foi uma corrida que me deu muita satisfação, pois consegui converter esse potencial em muitas ultrapassagens e num resultado que traz nove pontos importantes para os campeonatos de piloto e equipes.”


 


Duda lembrou ainda que o sétimo lugar de Interlagos é uma motivação extra para a próxima etapa da temporada, que será disputada no Autódromo do Rio, onde ele conseguiu sua primeira vitória na categoria em 2007. Nonô Figueiredo fazia boa corrida quando o paranaense Tarso Marques errou uma freada e acabou batendo no seu carro, o Mitsubishi Lancer #11:


 


“Embora tenha sido o adversário que bateu no meu carro os comissários desportivos entenderam diferente e fui obrigado a fazer um drive through, ou seja, passar pelos boxes em velocidade reduzida. Com isso perdi as chances de marcar pontos e terminei em 18º.”


 


O resultado de Interlagos mantém a equipe Officer Motorsport entre as dez melhores da categoria, um dos objetivos estabelecidos por Fábio Gaia, diretor esportivo do time, para esta temporada. “O Duda fez uma excelente corrida hoje e mostrou que estamos fazendo a nossa lição de casa corretamente. O Nonô tinha condições de obter um resultado igual, porém foi envolvido em um acidente de corrida que eliminou suas chances.”


 


O Campeonato Brasileiro de Stock Car continua dia 31 de agosto com a disputa da Corrida do Milhão de Dólares, prêmio inédito na história do automobilismo nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *