Stock: ‘É um kartódromo’, diz Átila Abreu sobre o circuito de Ribeirão Preto (SP)

Líder da Copa Caixa Stock Car gosta de circuitos de rua.

As atividades da Stock Car tiveram início em Ribeirão Preto (SP) na manhã de sexta-feira (04/6), com todos os pilotos da Copa Caixa e da Copa Chevrolet fazendo o reconhecimento do circuito de 2.198 metros montado nas ruas do bairro Nova Aliança. Fã confesso de corridas em rua, o líder do campeonato Átila Abreu (Zinco Jeanswear/Santa Carolina/OTG/Baterias Líder) deu as suas primeiras impressões.
“É um kartódromo. É uma volta ao kart. É uma pista travada, onde é muito, mas muito bem difícil de ultrapassar, mais ainda do que em Salvador, mas gostei”, opinou o sorocabano.
O campeoníssimo Ingo Hoffman teve a oportunidade de dar algumas voltas na tarde de quinta-feira com o carro promocional da equipe AMG Motorsport (3M/Polirion/Beta) e gostou do que sentiu. “É uma pista travada, mas muito prazerosa. Os pilotos vão ter que ter muita concentração para não errar”, ensina o doze vezes campeão da Stock Car.
A velocidade máxima que Átila Abreu atingiu na reta principal foi de 210 Km/h usando o push-to-pass. Sem este recurso ele chegou a 198 km/h. Na curva mais lenta, a velocidade foi de apenas 45 km/h. “Só a curva 1 é feita em terceira marcha, as outras são feitas em segunda ou mesmo primeira”, contou o líder.
Fazendo jornada dupla, treinando tanto na Stock Car quanto com as picapes Montana, Gustavo Sondermann (Aon/Icec/Bezema) lembra que será imprescindível largar das primeiras posições. “Temos que trabalhar no acerto do carro, que será primordial pra virar bem. Aqui não dá pra passar, será impossível, só se o cara da frente errar feio. E mesmo assim só na curva 1 e no ‘grampo’ de primeira. Tem que largar na frente, senão, fica onde estiver”, disse o estreante na Stock Car, mas recordista de vitórias na categoria de acesso.
Campeão da Stock Car Jr., Lucas Finger (Santa Carolina/Technos Relógios/Massa Tung) ficou muito impressionado com o traçado ribeirão-pretano. “É legal pra guiar, muito estilo kartismo. Adorei”, exclamou o taubateano. “Como primeira vez andando em rua foi bem legal, gostei”, encerrou o piloto de picapes, que chegou a 188 km/h na entrada da curva 1 e contornou a curva mais lenta a 42 km/h.
No sábado será definido o grid de largada e no domingo acontece a prova da Copa Caixa Stock Car a partir das 13 horas e da Copa Chevrolet Montana as 13 horas. 
A equipe AMG Motorsport tem patrocínio de 3M e Poliron, com apoio de Beta Ferramentas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *