Stock: Em prova com cinco Safety-Car Ricardo Maurício vence no Velopark

Ricardo Mauricio (Chevrolet/ Eurofarma) venceu neste domingo (02/05) no autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul, a terceira etapa da temporada. Atila Abreu (Chevrolet/ AMG Motorsports) e Julio Campos (Peugeot/ JF Racing) completaram o pódio.

A prova no mais novo autódromo brasileiro foi marcada por vários acidentes, e cinco intervenções do Safety-Car. Maurício assumiu a liderança, para não perder mais, após o pit stop. A prova, programada para 50 voltas, terminou no tempo limite de 50 minutos, e 46 voltas percorridas. A última relargada aconteceu na 44ª volta.

“Na minha reunião antes da corrida estava acertado que na parada de boxes íamos trocar os quatro pneus, mas por uma visão estratégica ele insistiu e trocou apenas dois, sendo assim ganhei algumas posições no pit”, disse Maurício, creditando a vitória ao chefe de sua equipe, que traçou a estratégia correta de corrida.

Com o segundo lugar Abreu assumiu a liderança do campeonato, pela primeira vez na carreira. Ele soma 49 pontos, quatro a mais do que Maurício.

Popo Bueno foi o 4º, seguido por Diego Nunes e Cacá Bueno. Os ex-F-1 Luciano Burti e Ricardo Zonta foram 7º e 8º, com Xandinho Negrão e Felipe Maluhy fechando os dez primeiros.

Max Wilson (Eurofarma), que chegou ao Velopark como líder do campeonato, se envolveu em um acidente logo na primeira volta, abandonando. Valdeno Brito, o pole-position, abandonou na 33ª volta, com problemas de câmbio.

Thiago Camilo, Alan Hellmeister, Pedro Gomes, Betinho Gresse foram alguns dos pilotos envolvidos em acidentes. Marcos Gomes passou várias voltas com os pneus dianteiros pegando na carenagem, e soltando muita fumaça, até bater e abandonar. 

A quarta etapa da temporada sera no dia 23 de maio, no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Jacarepaguá, Rio de Janeiro.

Final:

1) 90 Ricardo Mauricio, 50:07.005
2) 51 Átila Abreu, 50:08.081
3) 25 Julio Campos , 50:09.737
4) 74 Popó Bueno , 50:10.546
5) 16 Diego Nunes , 50:11.469
6) 0 Cacá Bueno, 50:12.171
7) 14 Luciano Burti , 50:12.861
8) 100 Ricardo Zonta , 50:12.934
9) 99 Xandinho Negrão, 50:13.904
10) 33 Felipe Maluhy, 50:14.368
11) 11 Nonô Figueiredo, 50:15.118
12) 23 Duda Pamplona, 50:15.380
13) 3 Cláudio Ricci, 50:16.084
14 31 Wilian Starostik, 50:17.025
15 29 Daniel Serra, 50:17.184
16 63 Lico Kaesemodel, 50:17.758
17 55 Christian Fittipaldi, 50:18.681
18 80 Marcos Gomes , 44:39.064
19 44 Betinho Gresse, 44:42.661
20 18 Allam Khodair, 44:43.164
21 21 Thiago Camilo, 39:27.649
22 77 Valdeno Brito, 36:33.604
23 9 Giuliano Losacco, 38:38.066
24 4 Gustavo Sondermann, 43:14.726
25 70 Tarso Marques, 30:29.339
26 2 Alan Hellmeister, 28:22.346
27 15 Antonio Jorge Neto, 28:33.538
28 8 Pedro Gomes, 28:21.421
29 5 Constantino Jr, 17:05.212
30 6 Alceu Feldmann, 18:01.059
31 35 David Muffato , 10:34.839
32 65 Max Wilson, 02:56.655

Os dez mais bem colocados após três etapas são os seguintes: 1) Átila Abreu (SP), 49; 2) Ricardo Maurício (SP),45; 3) Max Wilson (SP), 39 ; 4) Nonô Figueiredo (SP),37; 5) Allam Khodair (SP), 25; 6) Julio Campos (PR), 24; 7) Cacá Bueno (RJ), 19; 8) Daniel Serra (SP), 19; 9) Lico Kaesemodel (PR), 18; 10) Diego Nunes (SP), 16.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *