Stock: Em timaço que está ganhando não se mexe

O velho ditado “Em time que está ganhando não se mexe” nunca fez tanto sentido. E, justamente, por isso, a Red Bull Racing fez questão de garantir que seu dream team, formado pela trinca Cacá Bueno, Daniel Serra e a estrutura impecável da AMattheis, continue junto até 2016, com a renovação dos contratos das três partes pelas próximas três temporadas da Stock Car.

Esta formação se juntou pela primeira vez em 2009, quando a Red Bull Racing passou a utilizar a estrutura chefiada por Andreas Mattheis. Desde então, foram cinco conquistas em quatro anos, sendo três títulos de pilotos com Cacá (2009, 2011 e 2012) e dois de equipes (2009 e 2012).

Na atual temporada, Serrinha é o piloto que mais venceu. Com três vitórias (Curitiba, Tarumã e Velopark), o paulista soma 181 pontos, e só depende de si para conquistar o primeiro título na categoria.

Cacá conquistou três dos seus cinco títulos na Stock Car ao lado de Andreas. Em quarto lugar no campeonato, com 160 pontos, o carioca venceu a etapa de abertura da temporada, em Interlagos, e a etapa de Brasília, quando fez dobradinha com seu companheiro de equipe. O hexa, porém, é uma missão quase impossível para o piloto do carro #0, que precisa de uma série de infortúnios de Serrinha, Thiago Camilo (185) e Ricardo Maurício (178) para comemorar o terceiro título consecutivo.

Além das renovações com Cacá, Serrinha e a AMattheis, a Red Bull Racing também estendeu sua parceria com a SKY, empresa de TV por assinatura, para 2014. A dobradinha com a marca líder de TV paga na América Latina vai para seu sexto ano, fazendo com que seja parte fundamental nas conquistas recentes da equipe.

Ao que tudo indica, com o trabalho duro e fome de vitórias desta trinca, mais títulos virão nas próximas temporadas. Além da A Corrida do Milhão, última etapa da Stock Car, acontece neste domingo (15), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

ABRE ASPAS:
Daniel Serra, Red Bull Racing, Chevrolet Sonic #29: “É muito bom saber que vou continuar correndo com a mesma equipe pelos próximos três anos. Dá uma tranquilidade maior quando se tem um contrato longo e não aquela coisa de renovar a cada ano. Já estou com a Red Bull desde 2007, quando a equipe entrou na Stock Car e aprendi e amadureci muito nestes período. Mas sei que ainda posso melhorar em algumas áreas para buscar meu objetivo, que é ser campeão”

CacáBueno, Red Bull Racing, Chevrolet Sonic #0: “Esta renovação é muito boa para todas as partes. Fazer este anúncio antes de uma corrida tão importante só demonstra a confiança que a Red Bull tem em mim e na equipe. Conto com esta confiança desde 2004, quando entrei para a família, e desde então o ‘casamento’ com a marca tem sido excelente. O fato de ser um contrato de três anos, faz com que se tenha uma segurança maior, já que, no Brasil, a maioria dos acordos são anuais e muitos pilotos passam por aquela tensão de ter de renovar o contrato no fim da temporada. Nunca escondi que tenho uma meta – bem difícil – de conquistar oito títulos e não estou tão longe disso. Me vejo correndo até 2020, mais ou menos, e contar com a estrutura do Andreas (Mattheis) até 2016 me dá ainda mais tranquilidade e confiança para buscar este objetivo”

Andreas Mattheis, Diretor Técnico Red Bull Racing: “Nos últimos cinco anos construímos uma equipe muito forte e posso dizer que, hoje, temos um time muito encorpado e homogêneo, com o Cacá, o Daniel e todos os envolvidos na equipe. Esta renovação só aumenta a vontade de todos para buscar novas vitórias e conquistas”

Veja a classificação da temporada 2013 da Stock Car após 11 etapas:
1º) Thiago Camilo – 185 pontos
2º) DANIEL SERRA – 181
3º) Ricardo Maurício – 178
4º) CACÁ BUENO – 160
5º) Valdeno Brito – 132
6º) Max Wilson – 131
7º) Sergio Jimenez – 107
7º) Marcos Gomes – 102
9º) Ricardo Zonta – 96
10º) Rubens Barrichello – 94

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *