Stock: Família Bueno “fecha” primeira fila em Londrina

Cacá sai na pole e Popó parte ao seu lado na segunda corrida das superfinais

Uma semana depois da conquista do bicampeonato do Trofeo Linea, Cacá Bueno confirmou a excelente fase ao cravar a pole da 10ª etapa da Stock Car, a segunda dos playoffs decisivos. O piloto da Red Bull foi o mais rápido da segunda sessão classificatória com uma volta voadora nos minutos finais, desbancando o irmão Popó, que havia comandado a primeira e parecia a caminho de abrir o grid pela primeira vez neste ano. O resultado no Autódromo Internacional Ayrton Senna (Londrina) repete a dobradinha da família em julho no Rio de Janeiro, onde Cacá se tornou o único piloto a vencer largando da pole em 2011.

A pole não veio sem um grande susto. Cacá passou “raspando” do Q1 para o Q2: foi o último dos 10 classificados para a segunda parte. “A equipe mudou completamente o acerto do carro em apenas 15 minutos. Dei um pouco de sorte por não passar em nenhum trecho com o asfalto se soltando”, admitiu, para depois exaltar a organização comandada por Andreas Mattheis. “É uma equipe que trabalha em harmonia, com pilotos do nível do Daniel Serra, Popó, Alceu Feldmann, e isso leva a gente para frente”, elogiou. Depois, ainda pediu emprego para o “brother”. “Popó ainda está desempregado para 2012”, avisou.

Os treinos foram antecipados para não coincidir com o horário de pico e temperaturas acima dos 30 graus que provocaram a erosão do asfalto na véspera. Os problemas, no entanto, continuaram. Marcos Gomes e Xandinho Negrão, da Medley/Full Time Sports, tiveram o pior desempenho coletivo na temporada. Gomes, 8º colocado nos playoffs, sairá apenas em 19º, uma posição à frente do companheiro. “Não dava para fazer duas voltas iguais porque a pista mudava a todo momento. Na Curva da Vitória, por exemplo, os carros jogaram muita terra na pista”, queixou-se Gomes. “Não dá para acreditar como está o asfalto nas últimas duas curvas”, completou Xandinho.

Segundo colocado na classificação geral, Cacá tem mais a comemorar do que a honra de comandar o pelotão na corrida deste domingo, que começará às 11h30 e terá transmissão ao vivo pelo SporTv, além da exibição de compacto pela TV Globo durante o Esporte Espetacular. O líder e atual campeão Max Wilson (RC) partirá apenas em 7º, superado também pelo parceiro e terceiro colocado no campeonato – Ricardo Maurício -, que abrirá a segunda fila. Dos 10 pilotos que se mantêm brigando pelo título, além de Gomes, ficaram fora do Q2 também Allam Khodair (12º), Luciano Burti (13º) e Átila Abreu (16º).

O grid ficou assim:

1 – Cacá Bueno (Red Bull), 1min12s829
2 – Popó Bueno (A. Mattheis), 1min13s116
3 – Ricardo Maurício (RC), 1min13s364
4 – Duda Pamplona (Officer), 1min13s487
5 – Valdeno Brito (Full Time Sports), 1min13s639
6 – Ricardo Zonta (RZ), 1min13s670
7 – Max Wilson (RC), 1min13s710
8 – Daniel Serra (Red Bull), 1min13s744
9 – Thiago Camilo (RCM), 1min14s224)
10 – Júlio Campos (RZ), 1min14s468

11 – Rodrigo Sperafico (JF Racing), 1min13s330
12 – Allam Khodair (Blau/Vogel), 1min13s355
13 – Luciano Burti (Boettger), 1min13s421
14 – Giuliano Losacco (Hot Car), 1min13s467
15 – Felipe Maluhy (Officer), 1min13s473
16 – Átila Abreu (AMG), 1min13s474
17 – Alceu Feldmann (A. Mattheis), 1min13s613
18 – David Muffato (Boettger), 1min13s710
19 – Marcos Gomes (Medley/Full Time Sports), 1min13s764
20 – Xandinho Negrão (Medley/Full Time Sports), 1min13s771
21 – Tuka Rocha (Vogel), 1min13s787
22 – Ricardo Sperafico (111), 1min13s792
23 – Nonô Figueiredo (Full Time Sports), 1min13s827
24 – Lico Kaesemodel (RCM), 1min14s0981
25 – Denis Navarro (Bassani), 1min14s642
26 – Matheus Stumpf (111), 1min15s107
27 – Rodrigo Navarro (JF Racing), 1min15s261
28 – Serafin Jr. (AMG), 1min19s148
29 – Eduardo Leite (Hot Car), desqualificado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *