Stock: Feldmann fecha o ano com “show na chuva”

Paranaense liderou boa parte da prova, mas perdeu vaga no pódio após ser tirado da pista por Nonô Figueiredo. Título ficou com Max Wilson

A etapa final da Copa Caixa Stock Car, realizada neste domingo em Curitiba, teve de tudo. Após a largada com pista seca, choveu forte e a corrida virou uma loteria, com diversos acidentes e três intervenções do Safety Car. Max Wilson, que cruzou a linha de chegada em oitavo, faturou o título da temporada, com um ponto de vantagem sobre Cacá Bueno.

Após a largada, vários acidentes motivaram a primeira entrada do carro de segurança. Numa decisão acertada da equipe RCM, Alceu Feldmann entrou nos boxes ainda na segunda volta para colocar pneus de chuva, quando o asfalto ainda não estava muito molhado – exemplo seguido pelo vencedor da prova, Diego Nunes.

Quando a chuva apertou, os dois foram escalando o pelotão e Feldmann, que havia largado na 31ª colocação, liderou a corrida por um bom tempo. Na parada para reabastecimento, o paranaense pegou tráfego nos boxes e perdeu a liderança para Nunes.

Mas a três voltas do fim, Nonô Figueiredo perdeu o ponto de freada no final da reta dos boxes e bateu no carro de Alceu, no momento que o paranaense era terceiro colocado. “Estava muito difícil de guiar, pois vários pontos da pista estavam empoçados e a visibilidade era baixa. Foi uma pena ter ficado fora do pódio depois de ter liderado a prova”, lamenta Feldmann, que no próximo ano correrá na equipe A. Mattheis ao lado de Popó Bueno.

Mesmo com o acidente, Feldmann ainda cruzou a linha de chegada na 12ª posição e pontuou pela quarta vez consecutiva no ano. Agora, ele começa a pensar na etapa final do Trofeo Linea, que acontece no próximo final de semana em Santa Cruz do Sul (RS). Alceu é um dos seis pilotos que brigam pelo título na rodada final da primeira temporada da categoria no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *