Stock: Fontes enumera fatores positivos para etapa de Curitiba

Goiano disputa sétima etapa no anel externo em Curitiba sem traçar metas específicas e mantendo tranqüilidade na busca por resultados.

Os problemas enfrentados nas duas últimas etapas da Copa Nextel Stock Car V8 não tiraram a motivação de Ruben Fontes. Pelo contrário, o goiano é um dos mais motivados para a sétima etapa da temporada, que será disputada na manhã deste sábado (8) no anel externo do Autódromo Internacional de Curitiba. É a primeira vez na fase contemporânea da categoria que uma corrida da classe principal não acontece em um domingo.

As características do anel externo curitibano são analisadas com otimismo por Fontes. “Os tempos de volta são muito rápidos e tudo indica que 100 por cento da categoria vai estar dentro do mesmo segundo”, pondera. “Não vai ser um final de semana fácil, mas acho que vai ser um ótimo final de semana para nós”, torce o goiano, que pilota o Peugeot 307 da Neo Química-Neosoro/JF Racing e ocupa o 12º lugar na classificação do campeonato, com 30 pontos.

Fontes jamais participou de uma corrida no anel externo de 2.550 metros do autódromo curitibano, mas exibe um bom retrospecto neste tipo de traçado. “Já ganhei corridas no anel externo de Goiânia. Na Stock Car V8, tive desempenhos muito nos de Brasília e de Buenos Aires. Esta é uma pista que me agrada, a curva de entrada da reta dos boxes, uma das principais, é de alta velocidade, está muito bem adequada ao meu perfil de pilotagem”, avalia o goiano.

A competitividade que o modelo 307 Sedan da Peugeot atingiu com as mudanças feitas na parte aerodinâmica a partir da quarta etapa representa outro ponto favorável à conquista de um bom resultado, na avaliação de Fontes. “Nosso carro passou a ser definitivamente rápido nas retas. A equipe tem potencial para vencer, eu sou um piloto competitivo, e resultados são uma questão de você ter a oportunidade ideal. Estamos fazendo o nosso trabalho, apenas isso”, diz.

Fontes enfrentou problemas nas duas últimas corridas e, com isso, deixou de integrar o grupo dos 10 primeiros colocados no campeonato – é este o grupo que, a partir da oitava etapa, no chamado playoff, continuará na disputa pelo título. “É muito comum na categoria você ter uma maré ruim e, em seguida, virar o jogo. Tenho convicção de que as coisas serão boas para mim nas próximas etapas. Se forem, terei a classificação para o playoff como conseqüência natural”.

Na etapa Curitiba, Ruben Fontes terá seu carro impulsionado pelo mesmo motor com que competiu no mês passado na gaúcha Santa Cruz do Sul. “Eu tive problemas com o motor na corrida, por causa de um acidente que ocasionou um superaquecimento e me deixou a pé na última volta. É um motor que eu considerei muito forte e competitivo. Com a manutenção dada pela empresa responsável, eu fico contente por poder voltar a utilizá-lo”, comenta.

A programação em Curitiba terá início nesta quinta-feira (6), com sessões de treinos livres a partir das 10h15 e das 14h. Na sexta-feira (7), feriado alusivo à Proclamação da Independência, o treino classificatório terá início às 10h50. Os 10 mais rápidos terão uma nova disputa, na Super Classificação, a partir das 12h50, definindo as cinco primeiras filas do grid. A largada da corrida, no sábado, está confirmada para as 10h15 – a Rede Globo transmite ao vivo.

Cumpridas seis das oito etapas da fase classificatória ao playoff, a Copa Nextel Stock Car V8 tem a seguinte pontuação: 
1º) Cacá Bueno (RJ/RC), Mitsubishi Lancer, 82
2º) Thiago Camilo (SP/Vogel), Chevrolet Astra, 77
3º) Ricardo Mauricio (SP/A. Mattheis), Chevrolet Astra, 73
4º) Ingo Hoffmann (SP/AMG), Mitsubishi Lancer, 51
5º) Felipe Maluhy (SP/Avallone), Mitsubishi Lancer, 44
6º) Rodrigo Sperafico (PR/Action Power 2), Volkswagen Bora, 42
7º) Antonio Jorge Neto (SP/RC), Mitsubishi Lancer, 41
7º) Marcos Gomes (SP/A. Mattheis), Chevrolet Astra, 41
9º) Luciano Burti (SP/Action Power), Volkswagen Bora, 38
10º) Valdeno Brito (PB/Neo Química-Neosoro/JF), Peugeot 307, 37
10º) Daniel Serra (SP/Red Bull), Volkswagen Bora, 37
12º) Ruben Fontes (GO/Neo Química-Neosoro/JF), Peugeot 307, 30
13º) Giuliano Losacco (SP/Vogel), Chevrolet Astra, 26
14º) Tarso Marques (PR/Avallone), Mitsubishi Lancer, 25
15º) Hoover Orsi (MS/Red Bull), Volkswagen Bora, 21
16º) Pedro Gomes (SP/L&M), Peugeot 307, 20
17º) Paulo Salustiano (SP/M4T), Chevrolet Astra, 18
17º) Duda Pamplona (RJ/Officer-Pamplona’s), Mitsubishi Lancer, 18
19º) Enrique Bernoldi (PR/Action Power 2), Volkswagen Bora, 17
20º) Allam Khodair (SP/Boettger), Chevrolet Astra, 16
21º) Juliano Moro (RS/Nascar), Mitsubishi Lancer, 15
22º) Alceu Feldmann (PR/Boettger), Chevrolet Astra, 13
23º) Popó Bueno (RJ/Hot Car), Chevrolet Astra, 11
24º) Nonô Figueiredo (SP/Officer-Pamplona’s), Mitsubishi Lancer, 10
25º) Thiago Marques (PR/Action Power), Volkswagen Bora, 8
26º) Chico Serra (SP/Full Time), Peugeot 307, 7
26º) Renato Jader David (SP/Win), Volkswagen Bora, 7
28º) Ricardo Zonta (PR/L&M), Peugeot 307, 5
29º) Carlos Alves (SP/Montecorp), Volkswagen Bora, 4
29º) Christian Conde (SP/Nascar), Mitsubishi Lancer, 4
31º) Ricardo Sperafico (PR/WA Mattheis), Peugeot 307, 3
31º) Felipe Gama (SP/Scuderia 111), Chevrolet Astra, 3
33º) Lico Kaesemodel (PR/AMG), Mitsubishi Lancer, 2
33º) Mateus Greipel (SC/Gomesports), Chevrolet Astra, 2
33º) Guto Negrão (SP/WA Mattheis), Peugeot 307, 2
36º) Alan Hellmeister (SP/Katalogo), Chevrolet Astra, 1
36º) Antonio Pizzonia (AM/Win), Volkswagen Bora, 1

Foto: Vanderley Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *