Stock: Guto Negrão prevê quebra de recorde do ano em Interlagos

Asfalto renovado deve baixar tempo de volta da Stock Car em até 1,5 segundo.

O novo asfalto de Interlagos deve baixar o tempo de volta em até 1,5 segundo e derrubar o recorde da Stock Car em 2007 no autódromo paulistano. A expectativa é do paulista Guto Negrão (Vivanz 307 Racing), para quem a pole no próximo sábado deve ficar na casa de 1min39s. A marca a ser batida – 1:40.115 – foi estabelecida por Antonio Jorge Neto (RC) no dia 16 de junho último. “Se não chover, pode ser até que o mais rápido ande em torno de 1:38 alto”, prevê.

Guto é um dos poucos pilotos que já correu em Interlagos depois dos trabalhos de repavimentação para o GP do Brasil de Fórmula 1. No fim de semana passado, disputou a rodada dupla da GT3 Brasil. Satisfeito com as obras que praticamente acabaram com as queixas quanto às ondulações do traçado, Guto disse que os carros ficarão mais rápidos também pela grande quantidade de carros que estarão em Interlagos no fim de semana. “A pista vai emborrachar facilmente e aumentar a aderência. Serão quase 100 carros de três categorias”, observou, lembrando que a Stock Car Light e a Stock Car Jr. também fecharão o calendário no domingo.

O recorde absoluto da Stock Car, no entanto, continuará sendo uma miragem. Foi registrado por Felipe Maluhy (Terra) na sessão classificatória da última etapa de 2006 – 1:38.180, à média de 157,99 km/h. Foi a última vez que a Stock Car utilizou os pneus italianos, reconhecidamente mais velozes que os nacionais adotados em 2007. “Mesmo que as condições estejam favoráveis, esse tempo permanecerá inatingível”, disse Guto.

O novo asfalto provocará alterações das receitas de acerto das equipes. “Com os pneus do ano passado, poderíamos endurecer bastante as suspensões e diminuir a altura. Como os nacionais não têm a mesma eficiência, vamos trabalhar nesse sentido, mas de forma menos radical”, ressalvou Guto. Sobre a última corrida da temporada, afirmou que o objetivo principal será deixar uma boa impressão na despedida. “A equipe está matematicamente classificada para o campeonato de 2008 desde a recente corrida no Rio de Janeiro. É uma pena que só tenhamos deslanchado na segunda fase, porque tínhamos potencial para entrar nos playoffs decisivos.”

Com o título definido antecipadamente em favor do bicampeão Cacá Bueno, as atenções da 12ª e última etapa se voltarão para a briga pelas últimas vagas entre as 16 equipes que garantirão presença no próximo campeonato. Os treinos oficiais serão abertos nesta sexta-feira em duas sessões de 90 minutos, das 10h30 às 12h00 e das 14h00 às 15h30. Sábado, a primeira tomada classificatória, das 10h40 às 12h10, definirá os 10 pilotos que disputarão a pole no superqualifying das 12h40 às 12h50. Domingo, a largada será autorizada às 11 horas, com transmissão ao vivo pela TV Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *