Stock: Inauguração do Velopark consolida a nova fase no automobilismo brasileiro

A inauguração oficial do circuito Velopark, em Nova Santa Rita (RS), consolida a nova fase do esporte a motor nacional segundo o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Cleyton Pinteiro. Para o dirigente o complexo gaúcho, que será usado pela primeira vez neste fim de semana, incorpora técnicas e conceitos que são praticadas em qualquer empreendimento de sucesso e que elevarão o padrão dos circuitos permanentes do País:

“Até hoje a exploração do automobilismo como uma atividade comercial bem sucedida tinha exemplos em várias partes do mundo, entre eles os autódromos de Interlagos e Curitiba. A construção do Velopark eleva esse padrão tanto no Brasil quanto no mundo, já que se trata de um empreendimento que se destaca desde seu planejamento até o acabamento de suas obras.”

Situado na região metropolitana de Porto Alegre, o mais novo autódromo brasileiro reúne traçados específicos para a prática de várias modalidades, desde o kart indoor até provas de arrancada. Além disso, o complexo investe alto em facilidades que incentivam o público a ter o primeiro contato com a velocidade, principalmente, formas de desenvolver a paixão pelo esporte a motor através de modalidades de baixo custo. Entre as ferramentas usadas para desenvolver essa política estão incluídos desde protótipos desenvolvidos exclusivamente para o novo circuito – o protótipo Veloce, construído pela Metal Moro a partir do conjunto motor-câmbio-diferencial Fiat 1.4 -, e um curioso dragster com três lugares.

“Essa e outras novidades já criaram 90 empregos diretos, dos quais 60% na própria região e permitiu que mais de 45 mil pessoas tomassem contato com o kartismo em sua pista de aluguel”, comentou Pinteiro, que já visitou o local em duas oportunidades. Entre os circuitos disponíveis para a prática de competições oficiais e atividades de lazer estão três dedicados ao kartismo – uma de padrão CIK FIA, com 1.517 metros; uma para karts de aluguel, com 1.004 metros, e uma infantil, com 400 metros de extensão), circuito oval para kart (300 metros), reta de arrancada no padrão NHRA, e o autódromo, que em sua fase de implantação utiliza essa reta para compor o traçado de 2.153 metros. O total de investimentos no Velopark já chega a R$ 40 milhões, sendo que área total do empreendimento – equivalente a 200 campos de futebol -, permite que o autódromo tenha 3.700 metros de extensão em seu traçado final e de padrão internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *