Stock: Itaipava Racing Team tem início positivo nos treinos para a Corrida do Milhão

Luciano Burti ficou em oitavo lugar e gostou do que viu: “Ainda temos margem para melhorar”.

Só pelos treinos livres, é possível perceber que a sétima etapa da temporada da Stock Car exige das equipes uma postura absolutamente diferente das outras provas, e não é apenas pelo prêmio de R$ 1 milhão oferecido ao vencedor da corrida, que será disputada neste domingo (5), no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace, em São Paulo (SP). “Na primeira sessão de treinos, nós fizemos uma simulação de corrida um pouco diferente do que estamos acostumados. Já é uma preparação pensando na corrida mais longa, que pede um carro mais dócil para os pneus, um pouco mais consevador”, conta Luciano Burti, piloto da Itaipava Racing Team.

A simulação foi atrapalhada por um problema de pneu, mas pelo que se viu na segunda e última sessão de treinos livres, o trabalho foi produtivo nesta sexta-feira (4). “A ideia na parte final foi focar mais em performance mesmo, pensando na classificação. O carro se mostrou competitivo, mas o que eu mais gostei foi sentir que ainda tem um tanto para melhorar, não foi aquela volta em que você sabe que não tem mais o que tirar do carro. Temos margem para melhorar”, destaca Luciano Burti, que foi o oitavo mais veloz do dia. Max Wilson terminou a sexta-feira com o melhor tempo. Luciano Burti acredita que o principal desafio no fim de semana será lidar com as constantes alterações nas condições da pista.

“O mais importante aqui será tirar proveito de cada situação, a pista está muito sensível a qualquer mudança de borracha, de temperatura, e na primeira corrida aprendemos que há uma variação muito grande entre treinos e classificação, entre classificação e corrida… Então, o importante é explorar o potencial do carro em cada momento, este será o segredo do fim de semana”, acrescenta o piloto da Itaipava Racing Team, que foi o segundo colocado na primeira edição da Corrida do Milhão, realizada em 2008 e vencida pelo paraibano Valdeno Brito. O treino que definirá o grid de largada para a sétima etapa do campeonato está marcado para às 11h30 deste sábado (4).

David Muffato teve um dia bem mais complicado, em função de um problema que ainda está sendo investigado pela Itaipava Racing Team. “O primeiro treino foi tranquilo, fizemos alguns testes pensando na corrida e vamos analisar tudo o que conseguimos de informação. No meu caso, talvez esta tenha sido a única coisa boa do dia, porque no segundo treino tínhamos algum pênalti que foi piorando a performance, o carro perdeu muita força, muita velocidade de reta. Talvez não seja motor, mas algo mecânico, uma vibração”, revela o piloto, campeão da Stock Car em 2003.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *