Stock Jr.: 17 pilotos já estão confirmados

A Stock Jr., categoria de formação que faz sua estréia na programação das Stock Car Brasil 2006, já tem confirmados 17 pilotos para a temporada. Com isso, faltam apenas mais três vagas para completar o grid do campeonato, que tem início no dia 8 de abril, no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo.


Ao todo, a Stock Jr., criada pela Vicar e a ZF Racing, terá 24 etapas em 2006, em 11 datas, estando sempre junto da Stock Car V8, com exceção da prova em Buenos Aires, garantindo ao campeão da temporada o prêmio de R$ 50 mil para ser utilizado no ano seguinte na Stock Car V8 Light.


Os pilotos confirmados representam cinco estados e o Distrito Federal, além de um do exterior. A relação de participantes é a seguinte:

Cristian Mohr (SC)
Cauê Carvalho (SP)
Cristian Sérgio (SP)
Diogo Broka (DF)
Emerson Reck (GO)
Eduardo Mourato (SP)
Felipe Polehto (SP)
Ítalo Jorge (MG)
Jason Oliveira (SP)
Michel Aboissa (SP)
Marcio Campos (RS)
Rafael Negrão (SP)
Rafael Oliveira (SC)
Rogério Nery (DF)
Thiago Riberi (SP)
Tercetti Júnior (EUA)
Wanderley Reck (GO)


“Estamos bastante satisfeitos com o número de pilotos já confirmados na Stock Jr., e vimos que a aceitação foi bastante positiva. O custo relativamente baixo e a competitividade acabaram sendo fundamentais. Como os carros são iguais, o piloto vai realmente fazer a diferença. Tenho certeza que atingiremos o nosso limite de grid já para as duas primeiras etapas”, destaca Zeca Giaffone, da ZF Racing, responsável pela vinda da categoria para o Brasil e pela montagem dos carros.


Para o paulista Eduardo Mourato, que vem do kart, a Stock Jr. foi a melhor opção para começar na categoria Turismo. “Desde o ano passado estava pensando em entrar na Stock Car Brasil, a principal categoria do país e com grande visibilidade. Fui apresentado à Stock Jr. pelo Felipe Giaffone e decidi que seria a melhor opção para entrar na Turismo”, explica o piloto, de 34 anos.


No campeonato, os carros podem ser ocupados por um ou dois pilotos, cada um com uma pontuação específica. De acordo com o regulamento, um piloto pode ser campeão mesmo dividindo o carro com outro, pois serão computadas somente 12 provas. Se somente um utilizar o carro e fizer a rodada dupla do final de semana, seus pontos serão somados e divididos por dois. Além do objetivo de formar pilotos, a Stock Jr. também será direcionada para aqueles mais experientes em busca de novos desafios. Com isso, a categoria será dividida em Pro e Sênior, com pódios e premiações distintas. A Pro comportará pilotos com até 35 anos e a Sênior acima dos 36 anos.


Os carros, importados dos Estados Unidos, têm chassi tubular, com motores Yamaha de 130 cavalos de potência com tração traseira e o câmbio é seqüencial de cinco marchas. A carroceria é de fibra de vidro, fabricada no Brasil, com desenho sem ligação com qualquer montadora.


FICHA TÉCNICA DO STOCK JR.


Motor: Yamaha 1250cc com 130 cavalos de potência a 9.800 rpm
Câmbio: seqüencial de 5 marchas
Aceleração: 0 a 100 km/h em 4s2
Velocidade máxima: 200 km/h
Combustível: Avigás
Pneus: radial 205/13
Chassi: tubular


Dimensões
Entre eixos – 1m80
Largura – 1m50
Comprimento total – 3m20
Altura – 1m10
Peso: 550 kg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *