Stock Jr.: Polehtto e Riberi andam na frente nesta sexta-feira

Na classe Master, o carioca Amilcar Colares levou a melhor nas duas primeiras sessões.

Na estréia da Stock Jr. no Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Rio de Janeiro, o carioca Felipe Polehtto e o paulista Thiago Riberi, ambos da classe Pro, alternaram-se na melhor volta nos dois primeiros treinos livres para a 11ª etapa. O líder Polehtto, que pode se sagrar campeão nesta prova, foi o mais rápido na primeira sessão, com 1:35.725, enquanto Riberi levou a melhor na segunda, 1:35.593, dando uma pequena amostra do equilíbrio que a categoria proporciona.
 
Na classe Master, a vantagem foi toda do local Amilcar Colares, que foi o melhor nas duas sessões, com 1:35.166 e 1:37.365, respectivamente. A Stock Jr. tem mais dois treinos nesta sexta-feira, ficando para a manhã de sábado os treinos classificatórios,

1° Treino Livre – Stock Junior
 
1º)  Felipe Polehtto  (RJ), 1:35.725, média de 125.45 Km/h
2º)  Rafael Negrão  (SP), 1:35.801
3º)  Cauê Carvalho  (SP), 1:35.956
4º)  Thiago Riberi  (SP), 1:35.956
5º)  Guilherme de Conto  (SP), 1:36.212
6º)  Cassio H de Mello  (SP), 1:36.484
7º)  Caio Travaglini  (SP), 1:36.845
8º)  Amilcar Colares  (RJ), 1:37.166
9º)  Jason Oliveira  (SP), 1:37.187
10º)  Felipe Massoni  (SP), 1:37.951
11º)  Guilherme Jacob  (SP), 1:38.105
12º)  Linneu Linardi  (SP), 1:39.686
 
Melhor Volta: Felipe Polehtto, 1:35.725
 
2° Treino Livre – Stock Junior
 
1º)  Thiago Riberi  (SP), 1:35.593, média de 125.63 Km/h
2º)  Felipe Polehtto  (RJ), 1:35.769
3º)  Cassio H de Mello  (SP), 1:36.190
4º)  Guilherme de Conto  (SP), 1:36.236
5º)  Cauê Carvalho  (SP), 1:36.503
6º)  Rafael Negrão  (SP), 1:36.789
7º)  Caio Travaglini  (SP), 1:36.815
8º)  Felipe Massoni  (SP), 1:36.994
9º)  Amilcar Colares  (RJ), 1:37.365
10º)  Guilherme Jacob  (SP), 1:37.402
11º)  Linneu Linardi  (SP), 1:37.883
12º)  Jason Oliveira  (SP), 1:38.094
 
Melhor Volta: Thiago Riberi, 1:35.593
 
A Stock Car Brasil tem realização e organização da Vicar Promoções, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo. Os patrocínios são de Chevrolet, Volkswagen e Pirelli e co-patrocínio de Bosch, Mitsubishi, Texaco e Medley. Apoios de Cobreq, Fremax, Transzero e Binno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *