Stock Light: Betinho Gresse, campeão da categoria, comenta sobre fatalidade

O SpeedRacing.com.br conversou com exclusividade com o campeão da Stock Car V8 Light 2007, Norberto Gresse Filho, que comentou sobre a fatídica prova de Interlagos

“Isso foi uma fatalidade e infelizmente não há muito do que falar”, comentou Betinho em entrevista ao SpeedRacing.com.br. “Todo mundo que está lá sabe dos riscos, mas claro que ninguém quer ver isso acontecer”, continuou o piloto sobre o acidente fatal em que Rafael Sperafico se envoveu durante a última etapa da Stock Car V8 Light.

Betinho contou que não tinha amizade com o piloto acidentado, mas o respeitava muito: “Esse era o primeiro ano dele (Rafael) na categoria, eu não tinha muito contato, apenas o de pista mesmo, de um cumprimentar o outro, mas eu sempre o respeitei muito por ser um piloto muito rápido”.

Gresse havia saído da corrida no início da mesma volta, devido a um toque de Thiago Gonçalves na sua traseira, fazendo seu carro ficar atravessado na pista e por fim batendo de traseira na curva do lago. “É uma situação muito ruim para o piloto, porque quando o carro vira daquela forma não há o que fazer, eu não consegui engatar as marchas direito para sair daquela posição, minha suspensão traseira estava quebrada devido ao toque, mas os demais pilotos acabaram conseguindo desviar do meu carro”, comentou o piloto que teve seu carro rebocado para a área de escape e obrigando a entrada do Safety Car na pista.

Após a saída do carro de segurança foi que aconteceu o acidente fatal com Rafael Sperafico, que na subida do café perdeu o controle do seu Astra nº 0 batendo contra a barreira de pneus e sendo jogado novamente para a pista com a parte do piloto exposta aos demais carros. O piloto Renato Russo não conseguiu desviar a tempo atingindo o carro de Sperafico em cheio, causando um dos maiores acidentes da Stock Car V8 Light.

“O que eu gostaria de desejar nesse momento são meus sentimentos a família do Rafael”, finalizou Betinho Gresse.

Após o acidente a corrida foi finalizada com bandeira vermelha, e nesse caso a volta válida é a anterior ao acidente e 50% doss pontos são dados aos pilotos em suas posições válidas. Dessa forma Gresse conquista o campeonato da categoria somando 121 pontos contra 111 de André Bragantini Jr.

Confira o resultado oficial da última etapa da Stock Car V8 Light:

1º) Gustavo Sondermann (SP), 6 voltas em 15:04.891 (média de 102,85 km/h)
2º) Rafael Sperafico (PR), a 0.303
3º) Luiz Carreira Jr (SP), a 0.638
4º) René Bauer (SP), a 3.605
5º) André Bragantini (PR), a 3.765
6º) Alexandre Cunha (RJ), a 4.404
7º) Cristiano Federico (SP), a 5.103
8º) Afonso Bastos (SC), a 5.189
9º) Renato Russo (SP), a 5.600
10º) Otávio Mesquita (SP), a 6.225
11º) José Castilho (PR), a 6.538
12º) Murilo Macedo (SP), a 7.806
13º) Elias Nascimento Jr (RJ), a 8.334
14º) Rafael Daniel (SP), a 8.934
15º) Fernanda Parra (SP), a 10.141
16º) Vicente Siciliano (SP), a 10.312
17º) Claudio Pianowski (SC), a 10.793
18º) Fernando Parra (SP), a 12.198
19º) Ariel Barranco (PR), a 12.560
20º) André Posses (SP), a 13.717
21º) Claudio Capparelli (RJ), a 14.041
22º) Eduardo Borges (PB), a 15.824
23º) Leonardo Gomes (SP), a 16.063
24º) Serafin Junior (RJ), a 16.155
25º) Norberto Gresse F° (SP), a 2 voltas
26º) Rodrigo Stefanini (SP), a 3 voltas
27º) Leonardo Burti (SP), a 5 voltas
28º) Eduardo Santos (RJ), a 5 voltas
29º) Cadú Pasetti (SP), a 5 voltas

Melhor Volta: Claudio Capparelli, 1:50.779

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *