Stock Light: Pachenki volta à classe Light em busca de vitórias em 2007

Com orçamento insuficiente para divisão principal, campeão de 2004 opta por retorno à categoria de acesso como forma de voltar a vencer.

Numa temporada em que vários pilotos deixam a categoria de acesso e buscam espaço na subdivisão principal da Copa Nextel Stock Car V8, outros se preparam para traçar o caminho inverso. É o caso do paranaense Diogo Pachenki, que depois de dois anos atuando na categoria top do automobilismo nacional tem participação confirmada na classe Light da temporada 2007, que terá sua primeira etapa neste domingo (22) no autódromo paulista de Interlagos.

Pachenki, que vai pilotar o carro da PowerTech, justifica sua decisão com a análise dos orçamentos exigidos pela categoria. “Fiquei dois anos na Stock Car V8 andando do pelotão intermediário para trás, o que não foi surpresa, porque não tínhamos um orçamento bom o bastante para sustentar um esquema realmente de ponta. Neste ano, esperei até a última hora, negociei com muitas empresas, mas não conseguimos completar o total de patrocínio ideal”, ele conta.

O paranaense explica que o orçamento viabilizado para este ano lhe abria duas opções. “Eu poderia continuar na Stock Car V8, sem condições de conseguir bons resultados, ou voltar para a classe Light, onde fazer um campeonato em uma equipe bem estruturada custa metade do preço da classe principal. Não vejo isso como um passo atrás, até porque a Stock Light tem um nível técnico excelente. O que queremos é disputar vitórias com o orçamento que temos”, diz.

Diogo Pachenki atuou por três anos na Stock Car V8 Light. Venceu duas corridas em 2003, ano em que atuou como parceiro de Thiago Cecco, também do Paraná, e conquistou o título brasileiro de 2004, vencendo oito das 17 corridas de que tomou parte. “A experiência que colhemos naqueles anos pode ajudar muito na nossa missão de vencer corridas e disputar o título de 2007, mas ninguém aqui está esperando vida fácil. A categoria tem crescido muito”, observa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *