Stock: Luciano Burti corre de F-1, Stock Car e TC2000 na Argentina

Neste domingo, na disputa dos 200 Km de Buenos Aires, piloto da Petrobras-Action Power guiará três carros diferentes, incluindo o F-1 da equipe Williams.



A corrida mais importante do ano na Argentina, os 200 Km de Buenos Aires, será disputada neste domingo em meio a um festival de velocidade que contará com participação brasileira na TC2000, na disputa da décima etapa da Stock Car e na apresentação de um F-1 da equipe Williams.


 


Em comum a todas estas categorias, um piloto: Luciano Burti (Petrobras-Cimed-Pakalolo-Brasil Telecom). Vencedor dos 200 Km de Buenos Aires do ano passado, o piloto da Petrobras-Action Power volta a competir com um carro da TC2000, desta vez com a equipe Toyota e em dupla com Norberto Fontana.


 


Além do compromisso na prova argentina e na etapa da Stock brasileira, Burti também será o responsável pelas mais de 20 voltas de exibição de um F-1 em Buenos Aires. Desde que o país sul-americano perdeu seu GP, em 1998, esta é a segunda vez que um carro da principal categoria do automobilismo mundial anda na Argentina –a outra foi no ano passado, também nos 200 Km.


 


“Pilotar um F-1 é sempre gratificante, não importa se é um teste, uma exibição ou uma corrida. Certamente será emocionante guiar este carro diante do público argentino, que é fanático por corridas e lota o autódromo, com público superior a 70 mil pessoas. Este é o típico dever que um piloto cumpre com todo prazer”, diz Burti, que é patrocinado pela Petrobras e foi indicado pela empresa e pela Williams para fazer a exibição na Argentina.


 


O piloto já fez uma demonstração com o carro da equipe inglesa no ano passado, no GP Brasil, em Interlagos. “A novidade é que pela primeira vez vou testar o motor V8. Será interessante fazer esta comparação”, comenta o piloto.


 


Burti será o único a pilotar três carros diferentes no mesmo dia, mas esta grande quantidade de atividades não será problema, segundo o brasileiro. “F-1, Stock e TC2000, tudo no mesmo domingo, é para guardar para sempre na memória. Claro que será um final de semana mais corrido, saltando de um carro para o outro em poucos minutos, mas não há dificuldade de adaptação, porque já guiei os três carros antes. Trabalho a mais mesmo, só para trocar de macacão a cada categoria”, brinca o brasileiro.


 


Burti espera que o final de semana na Argentina reserve novamente boas lembranças como no ano passado, quando se tornou o primeiro estrangeiro a vencer os 200 Km de Buenos Aires, em conjunto com Diego Aventín. O piloto ainda teve atuação memorável na corrida de Stock Car, quando chegou em terceiro após largar em 30º. “Este final de semana já vai ser especial por participar de três categorias diferentes e de fato tenho um retrospecto muito positivo na Argentina, desde minha época do kart. Espero então manter esta escrita também neste domingo”, completa o piloto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *