Stock: No menor circuito do ano, Marques prevê corrida com muitas ultrapassagens

Segundo o piloto da Petrobras-Action Power, características do traçado argentino facilitarão prova com muitas disputas no próximo domingo.


Não é apenas o fato de ser a única corrida fora do país que torna especial a décima etapa da Stock Car, que será disputada neste domingo, em Buenos Aires. O circuito da Argentina também é o de menor extensão do calendário deste ano, com apenas 2.607 metros, e suas características devem provocar a corrida com mais ultrapassagens do ano, segundo a opinião dos pilotos da categoria.

“A pista é muito curta e não há muito segredo de pilotagem. Mas o traçado, praticamente um trioval, ajuda a facilitar as ultrapassagens, até porque há dois pontos claros onde é possível fazer uma manobra”, comenta Thiago Marques (Petrobras-Cimed-Prevyne-Alpina).

O paranaense defende a tese baseado na corrida no ano passado no circuito de Buenos Aires, que foi uma das mais movimentadas do ano, marcada por vários acidentes e ultrapassagens.

A corrida de recuperação de Marques em 2005 também exemplifica esta previsão. Após um toque com Hoover Orsi, o piloto da Petrobras-Action Power caiu para a 34ª colocação e mesmo assim conseguiu se recuperar nas voltas seguintes, recebendo a bandeirada em sexto lugar.

“Além de ter bons pontos de ultrapassagem, o acerto do carro aqui faz muita diferença. Então, se a equipe achou um bom set up, o piloto consegue fazer uma prova de recuperação, diferente de circuitos como Londrina, por exemplo, onde mesmo com um carro que esteja rápido você pode terminar a prova lá atrás se largar numa posição ruim”, explica Marques.

O principal desafio das equipes é extrair o melhor rendimento dos pneus nas curvas de alta, em especial com o asfalto antigo do circuito, considerado um dos piores neste quesito em toda a temporada. “O desgaste é intenso, especialmente no fim da prova”, diz.

O piloto da Petrobras-Action Power está confiante em um bom final de semana em Buenos Aires, após obter um sexto lugar na etapa passada, em Tarumã. “Tivemos dificuldades em algumas provas deste ano, mas na última corrida o carro se comportou bem em todos os treinos, então acho que vamos partir de uma boa base já na sexta-feira na Argentina para obter mais um lugar entre os seis primeiros”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *