Stock: Maluhy é atrapalhado e perde chance de largar entre os 10 primeiros em Curitiba

Acidente entre outros carros na sua melhor volta prejudicou o paulista, que vai largar em 13º. O companheiro Tarso Marques, com o motor falhando, sai em 37º.

A disputa do treino classificatório para a 7ª etapa da Copa Nextel Stock Car, no autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhas (PR), foi novamente apertada, com quase 50 pilotos com menos de um segundo de diferença em suas voltas rápidas. No final, quem levou a melhor no anel externo de 2.550 metros foi o paulista Pedro Gomes. Com a marca de 50s870, ele conquistou a pole position nesta sexta-feira (dia 7).

Ricardo Maurício parte da segunda posição no grid, seguido pelo líder Cacá Bueno. A prova deste sábado (8) terá sua largada às 10h15, ao vivo na Rede Globo.

O paulista Felipe Maluhy, da equipe Terra Racing, que esteve entre os 10 mais rápidos nos treinos livres, acabou ficando de fora da Super Classificação ao ser atrapalhado por um acidente em sua melhor volta e vai largar em 13º lugar (51s091). O companheiro Tarso Marques teve menos sorte ainda. Com o motor falhando, ele sai em 37º lugar.

Logo no início do treino, Maluhy já aparecia entre os mais rápidos. Quando vinha para sua última tentativa, David Muffato rodou. Thiago Camilo, que vinha logo em seguida, tentou desviar e bateu na barreira de pneus. Giuliano Losacco praticamente parou seu carro para não bater e Maluhy, que também vinha logo atrás, teve de desviar de toda a confusão e acabou perdendo tempo.

“Quando saí do S de baixa, tive de mudar a minha linha três vezes para desviar de dois carros e depois dos pedaços dos carros do Camilo, que ficaram pelo caminho. Com isso, perdi muito tempo naquele trecho. Com certeza, estaria entre os 10 primeiros”, lamentou o paulista, quinto no campeonato, com 44 pontos.

O objetivo neste sábado é passar ileso das confusões no início da prova e vir pra cima. “Temos de passar pela primeira volta, longe das confusões, e buscar o melhor resultado possível”, concluiu o piloto.

Já Marques passou o treino tentando resolver o problema de seu motor, que já havia sido trocado após os treinos livres de quinta-feira (6). “Infelizmente, não consegui completar uma volta sem o problema. O motor falhou o tempo todo e não tive como buscar um resultado melhor”, finalizou o paranaense.

Os melhores no grid de largada:
1º) Pedro Gomes (PEUGEOT 307, SP), 50s870, média de 180,45 Km/h
2º) Ricardo Mauricio (CHEVROLET ASTRA, SP), 51s109
3º) Cacá Bueno (MITSUBISHI LANCER, RJ), 51s160
4º) Hoover Orsi (VOLKSWAGEN BORA, MS), 51s167
5º) Antonio Jorge Neto (MITSUBISHI LANCER, SP), 51s193
6º) Marcos Gomes (CHEVROLET ASTRA, SP), 51s211
7º) Carlos Alves (VOLKSWAGEN BORA, SP), 51s234
8º) Valdeno Brito (PEUGEOT 307, PB), 51s254
9º) Alceu Feldmann (CHEVROLET ASTRA, PR), 51s263
10º) Thiago Marques (VOLKSWAGEN BORA, PR), 51s510

13º) Felipe Maluhy (MITSUBISHI LANCER, SP), 51s091
37º) Tarso Marques (MITSUBISHI LANCER, PR), 51s695

Classificação do campeonato, após seis etapas:
1. Cacá Bueno, 82;
2. Thiago Camilo, 77 pontos;
3. Ricardo Maurício, 73;
4. Ingo Hoffmann, 51;
5. Felipe Maluhy, 44;
6. Rodrigo Sperafico, 42;
7. Antonio Jorge Neto e Marcos Gomes, 41;
9. Luciano Burti, 38;
10. Valdeno Brito e Daniel Serra, 37;
14. Tarso Marques, 25.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *