Stock: Maluhy e Sperafico apostam na boa performance dos novos pneus nos testes coletivos

Pilotos da equipe Terra Racing estão ansiosos para guiar seus carros nesta quarta e quinta-feira em Interlagos.

Três meses e meio depois da última etapa de 2007, pilotos e equipes da Copa Nextel Stock Car dão os primeiros passos nos preparativos para a temporada 2008. Nesta quarta (dia 26) e quinta (27), a categoria realiza testes coletivos no autódromo de Interlagos, em São Paulo. O foco principal: testar os novos pneus, que passam a ser fornecidos pela Goodyear.


Na equipe Terra Racing, os pilotos não escondem a ansiedade e a expectativa pelo início do campeonato, que promete ser o mais disputado de todos os tempos. Felipe Maluhy, que renovou com o time pelo quarto ano, e Rodrigo Sperafico, vice-campeão de 2007 e nova aquisição da equipe, mostram bastante otimismo.


“Estou mais animado do que nunca. Me sinto muito preparado para um ano de muitas conquistas. A equipe está entrosada e empenhada em fazer um ótimo trabalho”, declarou Maluhy, quinto colocado no ano passado. “Acho que toda a categoria está ansiosa para andar com os pneus novos. Felizmente, voltaremos a ter um pneu para uma performance condizendo com o nível da categoria. A Goodyear pareceu-me muito empenhada em poder mostrar o seu produto numa categoria tão competitiva como a nossa”, continuou o paulista, de 30 anos.


O companheiro Sperafico também mostra animação. “A ansiedade é muito grande também em relação aos novos pneus. Já sabemos que a confiabilidade será boa, o que era a nossa maior preocupação”, comentou o piloto de Toledo (PR), que tem 28 anos.


Outras novidades nesta temporada são: a volta do reabastecimento durante as corridas e o novo formato do treino de classificação: a primeira sessão definirá a posição dos pilotos que largarão do 16º ao 34º lugares; a segunda terá os 15 melhores de volta à pista e definirá posições de 7º a 15º lugares; e por fim a Super Classificação, que terá apenas os seis melhores e um formato especial, com a formação de três duplas, que disputarão uma espécie de match race de duas voltas.


“Está tudo um pouco confuso ainda. Tenho dúvidas com relação ao reabastecimento, porque ele já foi testado antes na Stock e não deu certo. Na minha opinião, seria bom apenas para a corrida do Rio de Janeiro, que será mais longa do que o normal e o reabastecimento seria uma boa estratégia”, explicou Sperafico (três poles e duas vitórias em 2007).


O companheiro Maluhy tem uma opinião totalmente contrária. “Sou muito a favor do pit stop. Acho que é mais um atrativo e também uma oportunidade de integrar o trabalho das equipes durante a prova. Certamente, teremos mudanças de posições após as paradas”, acredita. “Com relação à classificação, ainda é muito cedo para opinar. A minha sensação é que será um pouco complicado esse formato, pois não temos a quantidade de pneus para fazer todas as etapas do final de semana (treinos, classificação, corrida), mas será igual para todos”.


Os dois, no entanto, têm a mesma opinião quando a pergunta é sobre a competitividade da temporada 2008. “Certamente, teremos o campeonato mais competitivo da história da Stock Car. Esta redução do grid (para 34 carros) foi muito positiva e premiou os melhores pilotos”, disse Maluhy. “Concordo plenamente. Será a mais disputada de todas, pelo nível técnico das equipes e pilotos”, completou Rodrigo.


Programação para os treinos coletivos da Copa Nextel Stock Car:


Quarta-feira, dia 26
10h00 às 11h30
14h30 às 16h00


Quinta-feira, dia 27
10h00 às 11h30
13h45 às 15h15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *