Stock: Marcos Gomes e Galid Osman vencem em Goiânia

Marcos Gomes (Cimed Racing) e Galid Osman (Ipiranga-RCM) foram os vencedores da terceira etapa da temporada disputada neste domingo (22/05), no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia.


Prova 1:

Atual campeão, Gomes venceu a primeira prova. Ricardo Mauricio (Eurofarma- RC) e Valdeno Brito (TMG Racing) completaram o pódio.

Pole-position, Cacá Bueno (Red Bull Racing) manteve a ponta na largada, com Gomes superando Rubens Barrichello (Full Time Sports) logo no começo, e assumindo a segunda posição. Barrichello era o terceiro, seguido por Daniel Serra (Red Bull Racing).

Com dez voltas vários carros começaram a ir para os boxes, para o reabastecimento. Os primeiros colocados se mantiveram na pista.

Com o pneu traseiro esquerdo perdendo pressão Bueno foi superado por Gomes na volta 19. Duas voltas depois o pneu furou de vez, provocando uma rodada e saída de pista do pentacampeão da categoria. Lentamente Bueno levou o carro até os boxes, para a troca do pneu.

Ao mesmo tempo seu parceiro de equipe, Serra, também tinha problemas com a pressão da bomba de óleo de seu carro. O motor entrou em modo de segurança e depois de parar para abastecer, conseguiu voltar à corrida.

No minuto final para o fechamento dos boxes, 35º minuto, Barrichello entrou nos pits.

Gomes venceu com tranquilidade, seguido por Ricardo Mauricio (Eurofarma- RC) e Valdeno Brito (TMG Racing).

“A estratégia foi arriscar na primeira prova, que dá o maior número de pontos. E estava claro que os três primeiros iriam privilegiar a bateria inicial.” disse Gomes.

Max Wilson (Eurofarma RC), que alinhou em último lugar, fez uma grande prova terminando em quarto.

Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) foi o quinto, seguido por Átila Abreu (Shell Racing). Felipe Guimarães (Full Time-ProGP), Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports), Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) e Rafael Suzuki (Geolab Racing) fecharam os dez primeiros.

Corrida 1 (30 voltas)
1-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – 30 voltas em 42min55s358 (média de 160,8 km/h)
2-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma- RC) – a 3s265
3-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) – a16s546
4-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 20s743
5-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 27s837
6-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 34s339
7-) 66 Felipe Guimarães (Full Time-ProGP) – a 34s722
😎 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – a 36s112
9-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – a 36s476
10-) 8 Rafael Suzuki (Geolab Racing) – a 49s11
11-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 52s134
12-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 57s852
13-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 1min1s700
14-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 1min05s780
15-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 1min07s075
16-) 5 Denis Navarro (Geolab Racing) – a 1min08s297
17-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) – a 1 Voltas
18-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 1 Voltas
19-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 1 Voltas
20-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 2 Voltas
21-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – a 7 Voltas
22-) 9 Guga Lima (TMG Racing) – a 7 Voltas
NÃO COMPLETOU:
23-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Sports) – a 9 Voltas
24-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 10 Voltas
25-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – a 14 Voltas
26-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – a 14 Voltas
27-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – a 15 Voltas
28-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – sem tempo
MELHOR VOLTA: Cacá Bueno, 1min24s932 (média de 162,5 km/h)

Prova 2:

 
Com o grid dos dez primeiros invertido, Suzuki garantiu a pole para a segunda prova (a curta da etapa). Suzuki ocupava a quarta posição até a penúltima volta, quando a suspensão traseira quebrou. Com o carro precisando de reparos, o piloto largou dos boxes na segunda prova.

Campos e Jimenez dividiram a primeira fila para a segunda prova. A dupla duelou pela lideraram até entrarem nos boxes, para o reabastecimento.

Osman, que havia reabastecido no começo da primeira prova, assumiu a liderança, para vencer com 1s2 de vantagem sobre Fraga. Barrichello foi o terceiro.

“Por isso optamos por parar no começo, imprimir um ritmo forte e ganhar o máximo possível de posições. Para mim era uma corrida diferente: embora eu estivesse em 14º, entre os pilotos que haviam feito o pit stop eu era o quarto colocado. Quando terminamos eu sabia que estava na briga, pois economizei pneus e botões de ultrapassagem. Aí na largada foi partir para cima e me manter à frente – mas não foi fácil. Estou feliz demais”
, explicou o vencedor.

Ricardo Zonta (Shell Racing), Thiago Camilo (Ipiranga-RCM), Bueno, Diego Nunes (União Química Racing), Allam Khodair (Full Time Sports), Guga Lima (TMG Racing) e Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) completaram os dez primeiros.

Gomes entrou nos boxes logo no começo da prova. Terminando em 16º.

Com 59 pontos, Gomes lidera o campeonato. Seu parceiro de equipe, Fraga é o segundo com 56, seguido por Barrichello com 53.

A próxima etapa, em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do sul, acontece dentro de duas semanas.

Corrida 2 (18 voltas):
1-) 28 – Galid Osman (Ipiranga-RCM) – 18 voltas em 25min54s299 (média de 159,8 km/h)
2-) 88 – Felipe Fraga (Cimed Racing) – a 1s232
3-) 111 – Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 5s970
4-) 10 – Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 6s836
5-) 21 – Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 8s008
6-) 0 – Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 8s316
7-) 70 – Diego Nunes (União Química Racing) – a 9s917
😎 18 – Allam Khodair (Full Time Sports) – a 10s241
9-) 9 – Guga Lima (TMG Racing) – a 11s878
10-) 63 – Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – a 12s572
11-) 74 – Popó Bueno (Cavaleiro Sports) – a 12s751
12-) 5 – Denis Navarro (Geolab Racing) – a 24s777
13-) 110 – Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 25s977
14-) 3 – Bia Figueiredo (União Química Racing) – a 26s949
15-) 90 – Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 42s079
16-) 80 – Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 43s651
17-) 77 – Valdeno Brito (TMG Racing) – a 47s638
18-) 51 – Átila Abreu (Shell Racing) – a 51s855
19-) 65 – Max Wilson (Eurofarma RC) – a 52s881
20-) 46 – Vitor Genz – Eisenbahn Racing Team) – a 53s937
21-) 8 – Rafael Suzuki (Geolab Racing ) – a 56s197
22-) 66 – Felipe Guimarães (Full Time-ProGP) – a 3 Voltas
NÃO COMPLETOU:
23-) 73 – Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – a 6 Voltas
24-) 4 – Julio Campos (C2 Axalta Racing) – a 9 Voltas
25-) 12 – Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – a 16 Voltas
26-) 29 – Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 17 Voltas
27-) 26 – Raphael Abbate (Hot Car Competições) – não largou
28-) 83 – Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – não largou
MELHOR VOLTA: Ricardo Maurício, 1min24s827 (média de 162,7 km/h)

*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO

1-) Marcos Gomes – 59
2-) Felipe Fraga – 56
3-) Rubens Barrichello – 53
4-) Valdeno Brito – 50
5-) Átila Abreu – 47
6-) Cacá Bueno – 44
7-) Diego Nunes – 44
😎 Daniel Serra – 40
9-) Max Wilson – 39
10-) Denis Navarro – 36
11-) Ricardo Zonta – 32
12-) Vitor Genz – 32
13-) Ricardo Maurício – 29
14-) Felipe Guimarães – 29
15-) Thiago Camilo – 28
16-) Rafael Suzuki – 28
17-) Galid Osman – 25
18-) Sérgio Jimenez – 21
19-) Allam Khodair – 18
20-) Julio Campos – 15
21-) Bia Figueiredo – 13
22-) Luciano Burti – 11
23-) Gabriel Casagrande – 8
24-) Guga Lima – 6
25-) Nestor Girolami – 5
26-) Popó Bueno – 5
27-) Felipe Lapenna – 5
28-) Lucas Foresti – 3
29-) Fábio Carbone – 2
30-) Raphael Abbate – 0


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *