Stock: Maurício domina treinos livres no Sul

Xandinho Negrão volta a terminar entre os 10 melhores e confirma evolução da Medley.

O esperado frio intenso não veio, mas quem ressurgiu com força na Stock Car foi Ricardo Maurício (RC). Ainda sem vencer na temporada, o atual campeão dominou os treinos livres da quarta etapa, realizados nesta sexta-feira em Santa Cruz do Sul. Maurício liderou as duas sessões da tarde e fechou o dia com a melhor volta com a expressiva vantagem de cinco décimos sobre Cacá Bueno (Red Bull), segundo mais veloz no interior gaúcho. Outro destaque foi Xandinho Negrão, um dos estreantes do ano e que terminou com a 9ª posição, confirmando o crescimento da Medley – campeã de equipes e pilotos em 2008.

“Sempre me dei bem aqui desde a primeira corrida em 2005”, afirmou Maurício. “É uma pista desafiadora, que exige muita agressividade. Mas também tenho sorte de correr pela equipe que venceu as duas últimas provas nesta pista”, lembrou. “Foi em Santa Cruz que assumi a liderança no ano passado. Espero que continue dando tudo certo agora também”, completou.

Xandinho Negrão voltou ao autódromo quatro anos depois de correr – e vencer – pela última vez no Brasil. Em 2005, em parceria com o Pai, Xandinho ganhou a etapa do Brasileiro de Endurance com o Audi TT DTM. A readaptação foi mais tranqüila que o esperado. Depois da sétima colocação na primeira parte dos ensaios, o campeão sul-americano de Fórmula 3 de 2004 ficou em 9º no geral. Mas acredita que o resultado poderia ter sido melhor.

“A segunda sessão acabou já no final da tarde e o sol estava baixo demais. Por isso, eu não enxergava nada no primeiro trecho. Fiz as duas primeiras curvas com a visibilidade comprometida e virei pior que na primeira sessão”, explicou Xandinho. O comportamento do carro, de qualquer forma, aumentou as expectativas positiva de um bom resultado nas tomadas classificatórias deste sábado. “O carro vem evoluindo a cada prova. Aqui, por exemplo, a direção está bem melhor que nas corridas anteriores”, comparou.

A satisfação de Xandinho não foi compartilhada pelo companheiro de equipe. “Meu carro estava saindo demais de traseira, principalmente na curva do final da reta. No geral, o acerto não estava bom”, comentou o paranaense William Starostik, 20º na soma de tempos das duas sessões. Starostik lamentou ainda o tempo perdido logo no início das atividades, quando foi obrigado a permanecer nos boxes acompanhando os mecânicos trabalharem no reparo do sistema de direção.

Os carros voltam à pista às 8h15 de amanhã para o terceiro e último treino livre. Divididas em três partes, as tomadas classificatórias para a formação do grid começarão às 11h40.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *