Stock: Max Wilson vence em Santa Cruz do Sul e tira Valdeno Brito da liderança da Stock Car

Paraibano larga em 16º, cumpre quase metade da corrida com o pedal do acelerador travado e termina em sexto. É o vice-líder da temporada.

A Copa Nextel Stock Car tem novo líder. Max Wilson, que faz sua primeira temporada na categoria, venceu neste domingo (17) a quarta etapa, no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, e assumiu o primeiro lugar na classificação do campeonato, que tinha Valdeno Brito como líder. O paraibano largou em 16º e, em eficiente prova de recuperação, cruzou a linha de chegada em sexto. É vice-líder. Cacá Bueno e Átila Abreu foram segundo e terceiro na corrida.

Brito, em sua corrida de recuperação, valeu-se de voltas rápidas antes de seu pit stop obrigatório. Na primeira volta, o paraibano chegou a sair da pista, mas conseguiu ganhar duas posições. Manteve-se em 14º até a décima volta, quando ultrapassou Xandinho Negrão e herdou uma posição com o drive-thru imposto a Allam Khodair. O então vice-líder do campeonato foi considerado culpado por um toque no carro no carro de Thiago Camilo, verificado na quarta volta.

Na 11ª volta, com a abertura dos boxes para os pit stops, Brito assumiu a tarefa de se manter na pista em um ritmo forte. “No início, eu tinha carro para ir mais para a frente, mas os outros pilotos estavam em um ritmo mais lento. Para me preservar, preferi esperar para fazer voltas rápidas com pista limpa”, explicou o piloto da RCM Motorsport, que leva no carro as inscrições Visite a Paraíba e Lojas Maia – e que, em Santa Cruz do Sul, teve apoio de Blaüsiegel e Preserv.

A estratégia foi eficiente. Brito foi um dos últimos a tomar o caminho dos boxes, na 17ª volta. Era líder e voltou à pista em sexto. “Ganhei seis posições com essa estratégia. Mas o meu maior drama na corrida começou, mesmo, quando saí dos boxes”, disse, revelando que o pedal do acelerador do carro número 77 travou em aceleração máxima. “Eu tinha que fazer as curvas usando a embreagem e o freio para anular o acelerador. Com isso, claro, meu ritmo caiu”, descreveu.

O único representante nordestino no grid conclui que o resultado obtido em Santa Cruz do Sul foi positivo. “Foi bom demais. Tive problema com a caixa de direção na tomada de tempos, tive que largar lá da oitava fila, vim para a frente e, mesmo perdendo ritmo na segunda metade da corrida por causa do acelerador travado, consegui me manter na disputa pela liderança do campeonato. E vamos para a próxima”, finalizou Brito, satisfeito com sua condição no campeonato.

Wilson, que chegou à vitória em sua quarta participação na Stock Car, foi a 53 pontos. Brito foi a 49, mesmo total alcançado por Bueno, que largou da pole-positon e terminou em segundo – o paraibano leva vantagem sobre o carioca por ter uma vitória na temporada. A etapa gaúcha manteve a rotatividade no degrau mais alto do pódio. Paulo Salustiano, em São Paulo, Brito, em Curitiba, Khodair, em Brasília, e Wilson, em Santa Cruz do Sul, foram os quatro vencedores.

A quinta etapa da Copa Nextel Stock Car será disputada no dia 5 de julho no autódromo paulista de Interlagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *