Stock: Meteorologia indica poucas possibilidades de chuva no fim de semana

Com previsão de tempo firme e temperaturas acima dos 30 graus, o autódromo gaúcho de Tarumã recebe nesta sexta-feira os treinos oficiais da 10ª etapa da Stock Car, segunda dos playoffs decisivos.

Serão duas sessões de 90 minutos cada e limite de 28 voltas por carro. Entre os pilotos que estão na luta pelo título, a palavra de ordem é evitar que o líder Cacá Bueno (RC) aumente ainda mais a vantagem de 15 pontos que livrou sobre Thiago Camilo (Vogel/Texaco) e 31 para Ricardo Maurício (Medley) com a vitória há duas semanas em Buenos Aires.

Localizado em Viamão, município distante cerca de 30 quilômetros de Porto Alegre, Tarumã é o circuito misto mais veloz do Brasil, embora os 3.015 metros do traçado tenham apenas uma reta em subida. É também um dos mais críticos em relação à segurança, em função da inexistência de áreas de escape em algumas das curvas mais rápidas. No ano passado, a vitória foi do pole Giuliano Losacco, então na Equipe Medley. A ausência de Losacco dos 10 que disputam o título é uma das surpresas da temporada.

Sétimo colocado com 215 pontos, contra os 252 de Cacá, Marcos Gomes (Medley) sabe que depende de um excelente resultado para continuar alimentando o sonho de se transformar no primeiro estreante a conquistar o título da Stock Car. Sem jamais ter andado com carros de turismo em Tarumã, vai apoiar-se na experiência da Fórmula Renault para brigar por uma posição nas primeiras filas do grid. “O ideal é largar entre os cinco primeiros. Em 2005, saí na pole das duas corridas da Fórmula Renault, mas não levei sorte nas corridas porque o motor quebrou”, lembra.

O filho do tetracampeão Paulo Gomes vem de um resultado insatisfatório na capital argentina. Largou em 30º e terminou em 13º. “Fizemos uma série de testes que não funcionaram. Minha maior dificuldade estava na curva 1, onde eu perdia muito tempo. Na corrida, até que vinha bem, mas o carro piorou depois que a pressão dos pneus aumentou. Agora, devemos voltar ao acerto de Brasília, outra pista veloz, só alterando a regulagem das suspensões. A Medley costuma andar bem em Tarumã, mas ninguém andou com os atuais pneus nesse circuito e certamente isso vai pesar para todos”, comentou.

Marcos Gomes subiu para a divisão principal neste ano graças ao título da Stock Car Light em 2006. Chegou aos playoffs com a quinta melhor campanha e tem como pontos altos da temporada os terceiros lugares em Campo Grande, São Paulo e Curitiba. Sonha com a volta ao pódio. “Se o carro estiver bom, acho que dá para chegar lá. Com exceção do Cacá e um pouco do Camilo, as diferenças entre os demais estão apertadas. Por isso, o importante é procurar terminar as provas com o maior número de pontos possível.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *