Stock: Nevralgex-L&M marca pontos com 2 carros e praticamente se garante para 2008

Pedro Gomes fez excelente prova, saindo de 13º e chegando em sexto, Zonta também marcou ponto em 15º e time subiu para a 13ª colocação entre as equipes.

Com a definição do título de pilotos a favor de Cacá Bueno, no Rio de Janeiro, hoje, na penúltima etapa da Stock Car, a briga em São Paulo, na etapa final, será pela classificação das 16 equipes que permanecerão no campeonato de 2008.

Hoje, quem estava na disputa direta pelas posições finais destas vagas e conseguiu praticamente assegurar sua vaga foi a Nevralgex-L&M Racing. Pedro Gomes chegou em 6º e Ricardo Zonta, em 15º. Marcando pontos com seus dois carros, o time subiu para a 13ª colocação, bastante à frente da 17ª colocada.

A Nevralgex-L&M Racing comemorou o bom desempenho hoje, especialmente com a corrida de Pedro Gomes, que passou Rodrigo Sperafico na última volta.

“Logo na largada, houve um problema na curva 2, bem na minha frente, e perdi duas posições. Até bati com o Antonio Jorge Neto e pensei que tinha furado o radiador do meu carro, porque a temperatura do motor subiu para 100 graus Celsius. Mas na volta seguinte tudo voltou ao normal, era só sujeira mesmo”, comenta Gomes.

O piloto perdeu contato com os ponteiros, mas conseguiu chegar no pelotão da frente nas voltas finais. “Mesmo com o carro saindo bastante de traseira, consegui ir para cima dos adversários e me beneficiei da briga pelo Ingo Hoffmann e do Rodrigo Sperafico. Dei uma de malandro e pulei por dentro na última volta”, comentou.

A ultrapassagem ajudou a garantir o título de Cacá Bueno, já que roubou pontos do adversário dele na luta direta pelo título. “O Rodrigo (Sperafico) teve a chance dele de passar o Ingo, não passou, foi a minha vez”, brincou Gomes. “Vibramos com este sexto lugar como se fosse uma vitória. O ano todo trabalhamos para garantir o time para 2008. Conquistamos bons pontos e estamos praticamente classificados. Agora vamos com tudo para São Paulo para ganhar a corrida”, disse um empolgado Pedro Gomes.

Zonta tinha perspectivas de também fazer uma boa prova, saindo na 8ª colocação. Mas seu carro perdeu muito rendimento logo depois das primeiras voltas.

“Ganhei algumas posições na largada, mas o carro saía muito de traseira. Depois, na disputa com o (Luciano) Burti, e o carro ficou desalinhado, perdendo ainda mais tração”, diz Zonta.

De qualquer forma, o atual piloto de testes da Renault ficou satisfeito com os pontos marcados pelo time hoje. “O Pedro fez um bom trabalho e os dois carros terminaram na zona de pontuação, que era nosso objetivo. Mas temos que melhorar o desempenho de meu carro na corrida”, afirmou o paranaense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *