Stock: No Dia do Trabalho, Stock Car não terá descanso

Categoria aproveita feriado para se apresentar diante de milhares de apaixonados por automobilismo no novo circuito do Velopark.

Geralmente, feriados e domingos são dias sagrados de descanso. Não para a Copa Caixa Stock Car. A principal categoria do automobilismo vai trabalhar bastante nas duas datas, mas por um motivo especial: a inauguração do novo circuito do Velopark, palco da terceira etapa da temporada 2010.
“Costumamos não ter muitas folgas nos domingos; é o dia que mais trabalhei na minha vida”, afirma Tarso Marques, que não tem muitas chances de acordar tarde aos domingos desde 1988, quando começou sua carreira nos karts. “Desde os 12 anos, não adianta: domingo é dia de “escritório”, ou seja, atrás do volante. O almoço em família era na garagem da equipe”, destaca o piloto, que tem pai (Paulo de Tarso) e irmão (Thiago Marques) pilotos, além de um irmão (Garcez) engenheiro.
Curiosamente, o fim de semana de estreia do Velopark coincidirá com o feriado do Dia do Trabalho, que cairá justamente no sábado, véspera da corrida. “Não tem nem o que discutir, vamos ter de trabalhar duro”, brinca Alexandre Gramacho, chefe da equipe de Tarso e Christian Fittipaldi, a Gramacho Costa. “No meu caso, a carga é dobrada, pois também cuido de uma equipe na Copa Montana, então terei quatro carros para administrar e duas corridas difíceis pela frente”, ressalta o dono do time sediado em Indaiatuba (SP).
Contudo, tanto Tarso quanto Gramacho não escondem o prazer que será trabalhar bem nos dias em que muita gente estará descansando. “Estamos fazendo o que gostamos, não vamos nos importar em sair do autódromo altas horas da madrugada. Estaremos cansados, mas já pensando em continuar a mexer no carro e sentir aquela adrenalina das corridas”, comenta o chefe da equipe.
“Vivo para correr, e estou extremamente empolgado para disputar esta corrida: primeiro pelo fato de estar de volta às pistas, após não correr a primeira etapa; depois, por estar focado em conseguir um bom resultado, o que será um grande estímulo para crescermos cada vez mais. Além disso, será legal correr aqui, pois o público é realmente apaixonado por corridas e vai lotar as arquibancadas”, completa o ex-piloto de F-1 e Indy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *