Stock: Nonô recupera 18 posições após largar em último

O paulista Nonô Figueiredo foi considerado um dos maiores destaques da quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car disputada hoje (domingo, 17, no autódromo de Santa Cruz do Sul (RS). Ao recuperar 18 posições durante as 32 voltas da corrida, o piloto da equipe Officer Motorsport não apenas conseguiu marcar dois pontos no campeonato como quebrou um dos maiores paradigmas da categoria: o de que é praticamente impossível ultrapassar. Duda Pamplona foi tocado na entrada do “S” logo na primeira volta e foi obrigado a abandonar a prova, vencida pelo paulista Max Wilson, novo líder do campeonato, que prossegue dia 5 de julho, em Interlagos.

Nos treinos de classificação Nonô Figueiredo teve problemas mecânicos que o forçaram a largar na última posição do grid. Logo na largada, Nonô mostrou que vinha muito forte e passou quatro oponentes, mas ao tentar desviar de alguns pilotos que se envolveram em um acidente, acabou rodando e voltou para o último posto. Na quinta volta, o Safety Car entrou na pista e permitiu a Nonô uma nova oportunidade de largada, chance que foi bem aproveitada pelo piloto, que recuperou 18 posições e recebeu a bandeirada na 14ª colocação. Segundo Nonô, o trabalho do time sediado em Petrópolis (RJ) foi essencial para sua recuperação:

“Andamos bem na sexta-feira, mas no treino classificatório do sábado enfrentei uma quebra na ponta do eixo cardã, o que me prejudicou muito. Largando em último não temos muita perspectiva a não ser fazer o melhor possível para somar alguns pontos e foi o que aconteceu. O trabalho da equipe foi fundamental para que eu conseguisse este resultado, pois conseguiram me entregar um carro em condições de andar bem apesar das limitações que enfrentamos nos treinos.”

Duda Pamplona, que abandonou a corrida após ser tocado por um oponente, ficou feliz com o resultado conquistado por seu companheiro de equipe e exaltou o trabalho do time durante a prova:

“Infelizmente eu tomei um toque logo após a largada e não consegui voltar, mas a equipe trabalhou muito bem com o Nonô e permitiu que ele fizesse uma ótima corrida de recuperação. Estou satisfeito com os pontos conquistados pelo Nonô para a equipe, agora é trabalhar duro para conseguirmos bons resultados a partir da próxima etapa.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *