Stock: Novidades de 2008 animam Cimed Racing

Luciano Burti chegou a andar em quinto, mas abandonou prova; Thiago Marques foi tocado por Enrique Bernoldi e teve corrida comprometida.

A penúltima etapa da Stock Car, disputada hoje, em Jacarepaguá, serviu de teste para muitas equipes visando à temporada de 2008, como no caso da Cimed Racing, que correu com um novo carro com o piloto Luciano Burti e com novidades técnicas para Thiago Marques.

Burti não completou a corrida, mas o potencial do novo chassi animou o piloto e o time, que em São Paulo, na prova final, seguirão no desenvolvimento para a próxima temporada.

“O novo chassi se comportou muito bem na corrida. Espero que para Interlagos a gente consiga novamente um bom desempenho a fim de seguir desenvolvendo as novidades de 2008. Com certeza vamos em melhor situação para esta prova final de Interlagos do que aquela da primeira prova”, comenta Burti (Cimed-Brasil Telecom-Sky).

O piloto ocupou a quinta colocação durante boa parte da prova, até abandonar a 14 voltas do final.

“Larguei bem nas duas vezes. O carro estava bom, bem melhor do que ontem”, diz Burti, que teve uma acirrada disputa com o também piloto de F-1 Ricardo Zonta. “Estava com um ritmo mais forte. Até tentei usar o nitro, mas não consegui a ultrapassagem. Acabamos nos tocando, mas após conseguir superá-lo pude tentar tirar a diferença em relação aos ponteiros”, diz Burti.

O piloto da Cimed Racing chegou a diminuir a diferença de cinco para dois segundos em relação a David Muffato que, mesmo rodando no final da reta dos boxes, chegou em terceiro.

“Mantive o ritmo tranqüilo, e mesmo assim vinha chegando nos ponteiros. Mas sem aviso nenhum o motor morreu. Até tentei usar a segunda bomba de combustível, e não deu certo. Foi uma pena, mais uma vez fizemos uma boa prova e não terminamos”, diz Burti. “Em meu ano de estréia, fiz mais pontos do que nas duas últimas temporadas. Tive muitos problemas mecânicos, custando muitos pontos, o que não é bom para mim e para a equipe”, completou Burti.

RECLAMAÇÃO

Thiago Marques (Cimed-Sky-Alpina) também aproveitou a prova carioca para testar novidades de 2008. O paranaense considerou positiva a experiência. “A mudança de pneu vai mudar bastante o acerto. Mesmo assim, estamos já testando coisas para 2008, seja na parte de mão-de-obra, com novo pessoal, sobretudo na engenharia, seja no carro, com novos componentes, como amortecedores e molas”, comenta o paranaense.

A corrida do piloto da Cimed Racing foi prejudicada pelo toque recebido por Enrique Bernoldi.

“Ele mais uma vez me tirou da pista, atrapalhando minha prova. Além de não ser a primeira vez comigo, sei de mais pilotos que tiveram problemas, é preciso tomar uma atitude contra este tipo de situação”, comentou Marques, bastante chateado com o ocorrido. “O carro desalinhou depois do acidente e tive que entrar no boxe para tirar a saia lateral do carro, atendendo ao pedido da direção de prova”, afirmou Marques.

A Cimed Racing fez um bom trabalho no pit stop, com a perda total de apenas 34 segundos, mas mesmo assim foi o suficiente para tirar as chances de pontuação de Marques.

“Voltei no meio do pelotão dos cinco primeiros e, mesmo desalinhado e sem carenagem, consegui andar no mesmo ritmo deles. Então, neste ponto a corrida foi bastante positiva, porque, além de acharmos o problema que me afetou na classificação, tivemos um bom rendimento durante toda a prova. Vamos para São Paulo com a certeza de andar bem na prova final da temporada”, completou Marques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *