Stock: Para Diego Nunes tomada de tempos será como em Mônaco

Esta é opinião de Diego Nunes da RC3 Bassani. Já Willian Starostik aponta curvas inéditas no automobilismo nacional.

Nesta quinta-feira (239 de abril) os pilotos da Copa Caixa Stock Car foram à pista para conhecer o traçado do Velopark, novo circuito do automobilismo nacional. A pista gaucha será inaugurada neste fim de semana com a disputa da 3ª etapa da competição. Hoje foi realizado apenas um treino para o reconhecimento de pista por parte dos pilotos. O traçado de 2.162 metros trouxe opiniões interessantes. Diego Nunes e Willian Starostik, pilotos RC3 Bassani, comentaram:
 
“Acredito que a tomada de tempos será como em Mônaco. A sorte vai contar um pouco. Além de estar com o carro bom, é preciso dar a sorte de não encontrar ninguém mais lento à frente, nenhuma bandeira vermelha. 34 carros nestes 2 mil e poucos metros será complicado”, comentou Diego Nunes que já competiu duas vezes no principado de Monte Carlo quando disputou a GP2 (2007 e 2008).
 
Já Willian Starostik comentou um ponto de vista diferente. “Algumas curvas desta pista são inéditas. Não são parecidas com nada onde já competimos. Gostei da pista. Sou da mesma opinião do Diego, onde temos que nos preocupar em achar espaços na pista, principalmente na tomada de tempos”, comentou Starostik, que estreia na RC3 Bassani nesta etapa.
 
Nesta sexta-feira começa a programação oficial com dois treinos oficiais. No sábado acontece a tomada de tempos após um terceiro treino. No domingo, com transmissão ao vivo pela Sportv e flashs ao vivo do Programa Esporte Espetacular, na Rede Globo, acontece a 3ª etapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *