Stock: Pizzonia e Gresse ‘experimentam’ o novo Velopark

Pilotos da equipe Hot Car Competições participam dos treinos extras no novo circuito gaúcho.

Quinta-feria de estreia para os pilotos da Copa Caixa Stock Car. Pela primeira vez, os 34 competidores da principal categoria do automobilismo nacional andaram no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Menor traçado do calendário da categoria (2.162 metros), a disputa na pista gaúcha promete muita emoção na 3ª etapa, que acontecerá neste final de semana.
O mais veloz nos treinos extras desta quinta foi o paulista Átila Abreu (52s481). Na equipe Hot Car Competições (Agecom / Bardahl), Antonio Pizzonia terminou em 16º e Norberto Gresse foi o 28º.
Pizzonia andou no segundo grupo que, em virtude de algumas bandeiras vermelhas, encerrou a sessão já ao anoitecer. Gresse enfrentou problemas com o motor. A dupla, no entanto, ficou satisfeita por ter um treino a mais para conhecer a pista e sanar os problemas que apareceram.
“A pista é nova e tem muita sujeira, o que é normal. Acho que só temos a melhorar, mas o que me preocupou foi uma vibração muito forte que apareceu no final do treino no meu carro. Vamos desmontar tudo agora para ver se conseguimos descobrir o problema”, comentou o amazonense.
Pizzonia também lembrou que como o circuito é pequeno, a chance de ter alguém pela frente e ser atrapalhado é grande. “Acredito que a classificação será bem complicada”, avalia.
“Mas, apesar de pequena, a pista foi muito bem feita. Não tem muitas ondulações, tem área de escape, pontos de ultrapassagem, ficou muito bom”, completou Pizzonia, que usou pneus muito velhos durante o treino extra.
Gresse, que participou do primeiro grupo, acompanhou o treino do companheiro de olho também em seu carro parado nos boxes. Um problema no motor, ainda não desvendado, era o motivo de preopação.
“No final do treino, caiu a pressão do óleo e cortou o motor. Não sabemos ainda o que aconteceu, mas estava saindo fumaça desde o início. Independentemente disso, foi bom esse treino para sentir o equilíbrio do carro. Também usei pneus muito velhos e fica mais difícil avaliar”, continuou Betinho, antes de analisar a questão do tráfego no traçado.
“Hoje, só com 17 carros, já deu para perceber que você cruza o tempo todo com alguém na pista. A corrida vai ser bem tumultuada, com todo mundo bem próximo e muitas ultrapassagens”, finalizou.
Nesta sexta-feria (30), acontecerão mais dois treinos livres no Velopark. A classificação está marcada para o sábado (1). A largada da prova no domingo será às 11 horas (ao vivo no SporTV e com os melhores momentos dentro do Esporte Espetacular da TV Globo).
Os tempos dos treinos extras:
1) Átila Abreu, 52.481, Chevrolet
2 ) Daniel Serra, 52.632, Peugeot
3) Valdeno Brito, 52.662, Chevrolet
4) Duda Pamplona, 52.700 , Chevrolet
5) Cacá Bueno, 52.733, Peugeot
6) Ricardo Mauricio, 52.826 , Chevrolet
7) Nonô Figueiredo, 52.921, Chevrolet
8) Popó Bueno, 52.945 Chevrolet
9) Marcos Gomes, 53.129 , Peugeot
10) Xandinho Negrão, 53.136, Chevrolet
11) Allam Khodair, 53.200, Peugeot
12) Felipe Maluhy , 53.208, Chevrolet
13) Ricardo Zonta, 53.230, Peugeot
14) Tarso Marques, 53.277,Chevrolet
15)Pedro Gomes , 53.354 , Chevrolet
16) Antonio Pizzonia, 53.375, Chevrolet
17) Diego Nunes , 53.382, Peugeot
18) Thiago Camilo, 53.476 , Chevrolet
19) Alan Hellmeister, 53.542, Peugeot
20) Gustavo Sondermann, 53.620, Chevrolet
21) Constantino Jr, 53.631 , Peugeot
22) Luciano Burti, 53.665 , Peugeot
23) Giuliano Losacco, 53.773 , Peugeot
24) Antonio Jorge Neto, 53.848 , Peugeot
25) Max Wilson, 53.866 , Chevrolet
26) Christian Fittipaldi, 53.870, Chevrolet
27) Lico Kaesemodel, 53.906, Peugeot
28) Betinho Gresse, 53.913 , Chevrolet
29) Julio Campos, 54.010 , Peugeot
30) Cláudio Ricci, 54.074, Peugeot
31) Alceu Feldmann, 54.234, Peugeot
32) David Muffato, 54.364, Peugeot
33) Wilian Starostik, 54.561, Chevrolet
34) Thiago Marques, 55.035, Peugeot

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *